3 eventos ao vivo

Marcelo Teixeira 'lamenta' ter que punir dirigentes do Santos, mas exalta participação dos sócios

Em Assembleia realizada neste domingo (22) e presidida pelo líder do Conselho Deliberativo, José Carlos Peres foi impedido da presidência do Peixe

23 nov 2020
08h04
atualizado às 08h12
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Após presidir a Assembleia de Sócios que culminou com o impedimento do agora ex-presidente do Santos, José Carlos Peres, o presidente do Conselho Deliberativo do clube, Marcelo Teixeira, lamentou ter que afastar definitivamente um dirigente do clube.

Marcelo Teixeira é presidente do Conselho Deliberativo do Santos (Foto: Divulgação/Santos)
Marcelo Teixeira é presidente do Conselho Deliberativo do Santos (Foto: Divulgação/Santos)
Foto: Lance!

- Por um lado é lamentar, porque nós não gostaríamos de estar fazendo uma Assembleia para punir dirigentes, mas queremos servir para que o Santos siga como exemplo e referência em termos de administração no futebol mundial. Mas, óbvio, o resultado das urnas é transparente, democrático e representa a vontade do associado - disse Marcelo após a Assembleia.

Ainda assim, Marcelo Teixeira viu com bons olhos a participação dos sócios e o alinhamento que eles tiveram com as decisões do Conselho Deliberativo, com base nos parecer da Comissão de Inquérito e Sindicância, que indicou impedimento de Peres. Em setembro de 2018, um processo semelhante acontece, mas diferentemente do ocorrido nos últimos 55 dias, quando o ex-presidente passou pelo processo afastado do cargo, por conta de uma previsão estatuária inserida no fim de 2019, por conta da adequação do Peixe aos termos do Profut, programa de refinanciamento de dívidas dos clubes brasileiros, há dois anos José Carlos seguiu no cargo máximo do Alvinegro e, portanto, os associados o "livraram" do impeachment na ocasião.

- Tiveram alguns processos de impedimento. Tivemos um primeiro em 2018, onde o quadro associativo entendeu que devesse manter o atual presidente, depois tivemos um processo interno no Conselho Deliberativo, culminando no parecer da Comissão de Inquérito e Sindicância, que foi votado hoje, onde foi aprovado por ampla maioria dos associados presentes - afirmou Teixeira.

- Os associados, mesmo em um domingo de feriado prolongado, pandemia, isolamento, várias restrições, todos estão relativamente com medo de saírem das suas casas, mas deu uma amostra de comparecimento interessante, importante. Mais de 1000 associados, eu acho que é um número expressivo. Em referência a Assembleia, foi tranquila, bem organizada e representou bem todo o esforço para organizar o elenco - acrescentou.

Com a destituição de Peres do cargo máximo do Santos, o vice-presidente, Orlando Rollo, assumiu o exercício da função até 31 de dezembro. O próximo presidente santista será definido em eleição realizada no dia 12 de dezembro e conta com o maior número de candidatos na história do clube: Fernando Silva, Milton Teixeira Filho, Ricardo Agostinho, Andrés Rueda, Rodrigo Marino e Daniel Curi.

* Sob supervisão de Vinícius Perazzini

Veja também:

Ceni tem o 2º pior aproveitamento do Fla nos últimos 10 anos
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade