PUBLICIDADE
Logo do

Santos

Meu time

Marcelo Fernandes não joga a toalha para o Santos na Libertadores

Técnico interino lembra que o Peixe ainda tem 12 pontos para disputar e espera o início da reação nos dois próximos jogos, contra The Strongest e o próprio Boca, na Vila Belmiro

28 abr 2021
10h14 atualizado às 10h14
0comentários
10h14 atualizado às 10h14
Publicidade

Apesar de estar na lanterna do grupo, ainda sem pontuar, o auxiliar técnico Marcelo Fernandes não jogou a toalha na competição. Comandante do Santos na derrota por 2 a 0 diante do Boca Juniors nesta terça-feira, na Argentina, o profissional acredita que a reação deve começar na partida da próxima terça-feira, contra o The Strongest, na Vila Belmiro, em Santos.

Marcelo Fernandes comandou o Santos na partida contra o Boca Juniors (Foto: Juan Ignacio RONCORONI /POOL/ AFP)
Marcelo Fernandes comandou o Santos na partida contra o Boca Juniors (Foto: Juan Ignacio RONCORONI /POOL/ AFP)
Foto: Lance!

- É apenas a segunda rodada, tempos duas partidas em casa agora pela Libertadores. Terça-feira começa outra história na Libertadores. Temos 12 pontos a disputar ainda e temos agora duas partidas seguidas para disputar dentro de casa, na Vila Belmiro, e é uma situação boa para buscarmos os três primeiros pontos. A equipe ainda tem todas as condições de conquistar a classificação e nós vamos atrás dela - afirmou o auxiliar.

O Santos pega o The Strongest na próxima semana e o Boca Juniors novamente no dia 11. O time argentino lidera o grupo, com seis pontos. O Barcelona-EQU é o segundo, com três, e recebe o The Strongest nesta quarta.

Entre todas as participações na Copa Libertadores, apenas em 1984 o Santos não passou da fase de grupos. Como novo formato das competições no continente, os dois primeiros garantem classificação para as oitavas de final e o terceiro colocado vai para a Copa Sul-Americana.

Lance!
Publicidade
Publicidade