0

MAPFRE volta para a regata e tenta recuperação na sétima etapa da Volvo Ocean Race

O barco espanhol, líder da classificação geral, voltou ao modo regata na sétima etapa após parar no Cabo Horn para arrumar a vela grande, mastro e a retranca

30 mar 2018
17h38
atualizado às 17h44
  • separator
  • 0
  • comentários

Depois de ficar cerca de 13 horas parada no Cabo Horn para consertar o MAPFRE, que sofreu avarias devido as duras condições meteorológicas dos mares do sul, equipe espanhola tenta se recuperar na sétima etapa da Volvo Ocean Race 2017-18, disputada em percurso entre a Nova Zelândia e o Brasil.

Sétima etapa da Volvo Ocean Race com percurso entre Nova Zelândia e Brasil
Sétima etapa da Volvo Ocean Race com percurso entre Nova Zelândia e Brasil
Foto: Ugo Fonolla/Volvo Ocean Race / Lance!

Com o inconveniente, a armada espanhola, comandada pelo campeão olímpico Xabi Fernández, recebeu assistência de sua equipe de terra e o barco da Família Schürman tentou ajudar.

A equipe MAPFRE retornou à disputa quando estava 260 milhas atrás da flotilha. Até o momento, o líder da sétima etapa da regata é o holandês Team Brunel, que está a pouco mais de 1.600 milhas da linha de chegada em Itajaí, Santa Catarina.

- Tivemos até sorte, pois isso ocorreu perto e tivemos ajuda da equipe de terra - contou o velejador Pablo Arrarte.

- Não é assim tão fácil, pois a vela grande tem que secar bem, mas vamos arrancar para o Brasil, mesmo não a 100%. Vamos dar o máximo para perder o menor tempo - completou o campeão olímpico Xabi Fernández.

A previsão é que todos os barcos cheguem em Itajaí entre 4 e 6 de abril. O vencedor da etapa ganhará pontuação dobrada. O Team Brunel está na frente por ter conquistado um ponto ao ser o primeiro a contornar o Cabo Horn. O barco da brasileira Martine Grael ocupa a quinta colocação nesta etapa. A campeã olímpica contornou o ponto mais meridional da América do Sul pela primeira vez.

- Também é duro ver que estamos perdendo vantagem, os barcos que vêem atrás têm melhores condições. Havia uma previsão que o MAPFRE ganharia esta etapa! Mas isto é vela, nem sempre divertida, nunca previsível e é isto que a torna especial - escreveu Bouwe Bekking, skipper do Brunel.

Vestas 11th Hour Racing perde o mastro; Todos estão seguros a bordo

O barco Vestas 11th Hour Racing quebrou o mastro na tarde desta sexta-feira (30) durante a sétima etapa da Volvo Ocean Race 2017-18

As primeiras informações indicam que toda a tripulação do veleiro dinamarquês/norte-americano está em segurança.

O time informou à Direção de Prova (Race Control) que o fato ocorreu às 10h59 (Horário de Brasília).

A equipe foi forçada a teve que cortar parte do mastro para evitar danos ao casco.

O barco estava a aproximadamente 100 milhas náuticas das Ilhas Falkland Islands. O Vestas está a caminho de lá a motor.

Na hora da desmastreação, o Vestas 11th Hour Racing velejava entre 25 a 30 nós direção norte com ondas de 3 metros.

Outros barcos da regata estão próximos e se prontificaram em prestar assistência caso necessário.

A MRCC - Maritime Rescue Coordination Centre - foi avisada da situação, mas os tripulantes avisaram que não havia necessidade de apoio para seguir viagem até Falkland.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade