0

Mano terá Arrascaeta de volta e pede calma por Tríplice Coroa

O uruguaio cumpriu suspensão pelo terceiro cartão amarelo contra o Bahia e estará em campo contra o Grêmio

20 ago 2018
19h09
  • separator
  • 0
  • comentários

Há cinco jogos sem vencer, o Cruzeiro terá umas das melhores equipes do Brasil, nesta quarta-feira, pela primeira rodada do returno. O duelo com o Grêmio, classificado como clássico pelo argentino Romero, é outra chance da equipe azul de buscar a reabilitação. E, há uma boa notícia para o torcedor da Raposa. O meie de campo Arrascaeta volta de suspensão. Após não enfrentar o Bahia, o jogador está À disposição de Mano Menezes e reforçara a equipe contra os gaúchos.

O Cruzeiro ganha o talento de Arrascaeta para o duelo contra o Grêmio, quarta-feira - Pedro Vale/AGIF
O Cruzeiro ganha o talento de Arrascaeta para o duelo contra o Grêmio, quarta-feira - Pedro Vale/AGIF
Foto: Lance!

Rafael Sóbis ainda de fora
Se o retorno do uruguaio é uma boa notícia, um dos coringas de Mano Menezes, o atacante Rafael Sóbis, continuará de fora. Ele sente dores no pé direito que se iniciaram pouco antes da decisão com o Santos, pela Copa do Brasil Sóbis segue em tratamento e só deverá ter condições de jogo domingo, contra o Fluminense, no Mineirão.

Muita calma nessa hora

Mano Menezes está administrando o Cruzeiro em três frentes com avaliações constantes de quem poderá contar par entrar no time. Por isso, pediu paciência e serenidade nas cobranças que a equipe vem recebendo pelo seus desempenho no Brasileiro e por uma nova conquista de Tríplice Coroa.

- Existe uma diferença grande entre querer e poder vencer todas as competições. O Cruzeiro, uma vez na história, conseguiu vencer todos os campeonatos: o Mineiro, uma Copa do Brasil, quando era até a metade do ano, e o Campeonato Brasileiro. Agora as competições mudaram, são ao longo do ano, a densidade dos jogos está muito maior. Se corria oito quilômetros (por jogo) em 2003, agora viraram onze quilômetros, em média, por jogador, então a recuperação fica mais difícil. É uma série de coisas que vão mudando de ano para ano. Vamos continuar querendo, time grande tem que querer sempre, não pode desistir, mas, certamente, lá no fim do ano temos que ter um balanço positivo, que é o mais importante. Então vamos atrás de coisas mais próximas, palpáveis, mais perto que estamos, mas não vamos deixar de ir atrás das outras também, já que o Campeonato Brasileiro é muito importante, disse o comandante da Raposa.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade