0

Mano projeta duelo com o Fla: 'É possível sonhar se fizermos 100%'

Treinador do Palmeiras fala sobre 'final antecipada', que acontece em cinco rodadas, e justifica escalação contra o Vasco: 'Pensando em clássico contra o Corinthians'

7 nov 2019
00h55
atualizado às 00h58
  • separator
  • 0
  • comentários

O Palmeiras venceu o Vasco nesta quarta-feira, por 2 a 1, em um duelo para lá de movimentado. Porém, no fundo, nos pensamentos de Mano Menezes, já há espaço para o duelo contra o Flamengo, que acontece em cinco rodadas. O comandante é adepto da filosofia "jogo a jogo", mas analisa as possibilidades do que pode ser uma "final antecipada".

Mano Menezes repercute vitória sobre o Vasco, em São Januário (Foto: Reprodução)
Mano Menezes repercute vitória sobre o Vasco, em São Januário (Foto: Reprodução)
Foto: Lance!

- Só é possível sonhar se fizermos 100% de aproveitamento. Estamos com aproveitamento bom, mas não dá para ficar pensando no Flamengo. Se jogarmos contra o Vasco pensando, não vamos fazer um bom jogo. Se jogarmos contra o Corinthians pensando no Flamengo, não vamos fazer um bom clássico - comentou o treinador.

> Confira e simule a classificação do Campeonato Brasileiro

Falando no próximo confronto, o Derby paulista contra o rival alvinegro no sábado, às 19h, no Pacaembu, influenciou no time que entrou em campo, em São Januário. Além do suspenso Felipe Melo, o Palmeiras não teve entre os titulares Dudu, Bruno Henrique, Weverton, Diogo Barbosa e Marcos Rocha. Apenas o camisa 7 saiu do banco, no segundo tempo.

- A gente vem de um conjunto de jogos que mostrou que era importante a equipe entrar numa condição física boa. Fizemos um jogo muito forte contra o São Paulo, depois ficamos muito aquém contra o Ceará, principalmente na segunda parte do jogo. Nesta semana, isso se repetiria. Para a gente, seria ruim. Para que a gente ficasse muito concentrado, focado no jogo do Vasco, sem pensar no jogo do Corinthians, que é um jogo diferente, optamos por colocar jogadores diferentes, para suportar o jogo e manter esse nível de concentração. São jogos difíceis, que exigem muito. A opção foi nessa linha. A gente confia muito nesses jogadores - explicou Mano.
OPINIÃO SOBRE A ARBITRAGEM

O duelo no Rio de Janeiro foi recheado de polêmicas. No primeiro gol alviverde, marcado por Lucas Lima, parte dos vascaínos reclamou de toque de mão no início de jogada. Depois, no segundo tempo, veio o lance ainda mais questionado, em que Luiz Adriano teria feito falta em Danilo Barcelos antes de definir o placar em São Januário. Os palmeirenses, por sua vez, reclamaram de pênalti não marcado em Dudu. O técnico falou sobre as queixas.

- Sempre são decisões no limite. Me coloco do outro lado, também entendo. Porque quando me sinto prejudicado, também contesto. Olhamos dois lances no vestiário. O lance do nosso gol, que é no limite, e eles têm mais recurso para analisar. No jogo passado, julgamos que não tinha sido pênalti do Vitor Hugo. Hoje o presidente disse que viu as imagens que a comissão tem à disposição e acha que foi. Foi ocupação de espaço, Luiz Adriano põe o pé para tentar ocupar o espaço primeiro. Vem o chute do jogador do Vasco. É um lance muito fino, por isso vamos esperar essas imagens talvez melhores - comentou.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade