9 eventos ao vivo

Luxemburgo elogia segundo tempo do Palmeiras: 'Foi uma estratégia'

Com quatro gols e bom futebol no segundo tempo, Palmeiras fez 4 a 0 no Ituano, na noite desta quarta-feira, na estreia do Campeonato Paulista. Treinador mexeu bem no time

22 jan 2020
22h35
atualizado às 23h11
  • separator
  • 0
  • comentários

Apesar da goleada por 4 a 0, a vitória do Palmeiras sobre o Ituano não foi fácil. Ainda que não tenha sofrido perigo na partida da noite desta quarta-feira, no Novelli Júnior, o Verdão só construiu o placar no segundo tempo, com gols de Marcos Rocha, Lucas Lima, Zé Rafael e Willian. Depois do jogo, o técnico Vanderlei Luxemburgo elogiou o desempenho de seus jogadores e a mudança de postura do time na etapa complementar.

> Confira a classificação do Campeonato Paulista

- O primeiro tempo era um jogo muito difícil. O Ituano jogou bem na parte defensiva, do meio-campo para trás. Bem conservador, esperando a gente errar. Qualquer passe mal dado, poderia ter o erro. O passe longo não tinha qualidade. O Ituano foi bem reativo. No segundo tempo, não. Eu tirei um jogador de meio-campo, que negocia mais a bola, para botar mais velocidade, principalmente em cima do lateral-direito. Puxei o Dudu para dentro, para abrir espaço aos laterais - disse Luxa, em entrevista coletiva, antes de complementar:

- Eu tirei o Luiz Adriano porque ele vem de um futebol que joga 30 jogos por anos. Tirei para evitar qualquer tipo de problema, para prepararmos melhor. O Zé Rafael tem entrado bem como segundo volante, é muito versátil. Foi tudo muito bom no segundo tempo. Não vi o Ituano com possibilidade de ganhar o gol. Mas temos que enaltecer o trabalho do Vinicius no Ituano, ele vem há dois anos - comentou o treinador.

Luxemburgo foi bem no intrervalo e mudou o Palmeiras (Foto: Divulgação Twitter Ituano)
Luxemburgo foi bem no intrervalo e mudou o Palmeiras (Foto: Divulgação Twitter Ituano)
Foto: Lance!

Perguntado se o primeiro tempo da partida foi chato, Luxemburgo, bem-humorado, brincou o repórter e falou até do vento no estádio para justificar sua estratégia de jogo.

- Você é chato, hein (risos). Vocês têm que ter a leitura de jogo. O jogo se apresentou para isso. Você queria que eu, contra o vento, adiantasse a linha? Eu preferi levar o jogo com segurança, sabendo que eu tinha mais 45 minutos para ganhar. Foi uma estratégia. No segundo tempo eu venho com um time mais veloz, o vento passou a ser ao meu favor. O segundo tempo foi totalmente diferente - finalizou Luxemburgo.

Com três pontos e na liderança do Grupo B do Campeonato Paulista, o Palmeiras agora encara o duelo contra o São Paulo, no próximo domingo, às 16h, na Fonte Luminosa, em Araraquara.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade