1 evento ao vivo

Luxa desafia Campello a bancar títulos de sócio: 'Eu doei 500'

Técnico celebra mobilização da torcida do Vasco e sugere meta de 200 mil sócios-torcedores

3 dez 2019
00h26
atualizado às 00h41
  • separator
  • 0
  • comentários

O Vasco viveu uma semana especial. O Cruz-Maltino viu uma disparada do número de sócios-torcedores durante as promoções de "Black Friday", chegou a 127 mil assinaturas e agora é o segundo clube no ranking nacional, atrás apenas do rival Flamengo. Em clima de celebração pelo feito, a torcida lotou São Januário, e presenciou a vitória por 1 a 0 sobre o Cruzeiro, nesta segunda-feira.

+ Confira e simule a classificação do Campeonato Brasileiro

Vanderlei Luxemburgo liderou o Vasco em mais uma vitória (Foto: André Melo Andrade/MyPhoto Press/Lancepress!)
Vanderlei Luxemburgo liderou o Vasco em mais uma vitória (Foto: André Melo Andrade/MyPhoto Press/Lancepress!)
Foto: Lance!

Em entrevista coletiva após o duelo, Vanderlei Luxemburgo revelou que doou assinaturas de sócio-torcedor nos últimos dias, e disse querer ainda mais.

- A torcida tem dado prova de apoio há muito tempo. Eu ainda não estou satisfeito. Fiz doação de 500 títulos de sócios. Em 2min37 acabou tudo. Demonstra o que a torcida quer para o Vasco da Gama. É momento de entender e voltar a ter autoestima. De vir para campo sabendo que o time pode perder, mas vai lutar - disse o treinador, que lançou um desafio ao presidente Alexandre Campello.

- Que ele também faça uma doação de tantos sócios para que o torcedor pegue. Sei lá quantos ele vai oferecer. E não só ele. Proponho chegar a 200 mil sócios-torcedores. Quantas pessoas mais podem doar 500?. Com esse engajamento, chegando a 200 mil, o Vasco vai pegar um momento em que precisa ter centro de treinamento, que o estádio passe para 40 mil pessoas. Obriga você a ir de encontro com a realidade do futebol brasileiro. As possibilidades como negócio. O presidente que venha logo dizer quanto ele vai dar. E ele conhece um monte de gente aí. Rapidinho vai chegar a 200 mil. Vamos lá, rapaziada, vamos dar uma contribuição - pediu o comandante.

Para vencer o Cruzeiro no duelo que encerrou a 36ª rodada, o Vasco teve que se segurar. O Gigante da Colina saiu na frente com gol de Fredy Guarín, ainda no primeiro tempo, e precisou aguentar a pressão de um desesperado rival mineiro. Luxemburgo celebrou a postura da equipe carioca, e falou sobre os já tradicionais conchavos que marcam os finais de temporada no futebol brasileiro:

- Algumas coisas acontecem no futebol, fazem parte, mas... por que o gandula tinha que demorar para repor a bola? Me ferrou, deram mais um minuto. E outra coisa é a mala branca. Ficam falando isso. Eu não permito nos meus times. Porque parece que não fizeram. Eu pedi ao meu presidente que desse bicho dobrado. Consolidamos a nossa permanência e estamos na Sul-Americana. Dá retorno. Tudo isso tem que pensar. Essas coisas todas têm que ser pensadas. O Cruzeiro querendo, forçando a gente para trás. Mas nós soubemos suportar - completou o treinador.

Pela penúltima rodada, o Vasco visita o Bahia na quinta-feira, às 19h15, na Fonte Nova.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade