PUBLICIDADE
Logo do

Corinthians

Meu time

Luan comenta cobranças no Corinthians e exalta apoio no clube: 'Dedicação não falta'

Meia-atacante, que deve ser titular contra o Peñarol, nesta quinta-feira, falou de como lida com as cobranças em cima de seu futebol e de como é seu relacionamento dentro do grupo

28 abr 2021
0comentários
Publicidade

Desde que chegou ao Corinthians, no começo de 2020, Luan está sempre no foco dos comentários da imprensa, dos torcedores, ou nas entrevistas coletivas no clube. De fato, ele é um personagem que chama a atenção e as cobranças em cima de seu futebol são sempre maiores. Sobre isso, ele parece ter consciência do que pode entregar e encontra apoio internamente no CT.

Luan garantiu que dedicação não tem faltado e exaltou a confiança do grupo (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)
Luan garantiu que dedicação não tem faltado e exaltou a confiança do grupo (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)
Foto: Lance!

TABELA

GALERIA

Nesta quarta-feira, véspera do jogo decisivo contra o Peñarol, pela Copa Sul-Americana, o camisa 7 foi o escolhido para dar entrevista coletiva, o que indica sua titularidade. Mesmo em evolução e dando sinais de melhora, as exigências por "sujar o calção", "dar carrinho", seguem na boca do torcedor, mas ele sabe que algumas dessas virtudes fogem de sua característica e não falta entrega.

- Acho que essa questão de dar carrinho, sujar o calção, sempre que precisar eu vou estar a disposição para ajudar os companheiros em campo, mas tem que entender as características de cada um. Nem sempre minha característica é dar carrinho, é mais técnica, mas me dedico dentro dos jogos. Pode parecer, por questão de não dar carrinho e sujar calção, mas correr e dedicação não faltam. Meus números, nos jogos que joguei, fui um dos que mais correu em campo, em distância percorrida. Me dedicar e me entregar nas características não tem faltado - disse o meia-atacante.

Como um dos mais cobrados pelo status que ganhou no futebol brasileiro e por ter sido uma das maiores contratações do país nos últimos tempo, Luan tem vivido altos e baixos no Corinthians, até mais baixos do que alto, mas mesmo assim conta com um apoio enorme internamente no clube, não só de dirigentes, porém também dos colegas, algo que ele não esconde a satisfação.

- Eu fico muito feliz de ter esse apoio da diretoria, dos meus companheiros. A gente está ali todos os dias, então eu tento me dedicar ao máximo, poder trabalhar. Acho que todos os dias, quando eu venho ao treino, quando entro aqui (no CT), me sinto realizado de estar podendo vestir essa camisa. Toda a minha família e os meus amigos sabem do sonho, do desejo, que eu tinha em um dia jogar no Corinthians. É me dedicar a cada dia para que eu possa ajudar eles, retribuir esse carinho, esse apoio que eles têm me dado, e retribuir dentro de campo, para o torcedor, para mim, que também sou um torcedor. Então, fico feliz com esse apoio de todos eles - concluiu o corintiano.

Luan foi poupado do clássico contra o Santos, no último domingo, para poder estar bem para atuar nesta quinta-feira, às 19h15, contra o Peñarol, na Neo Química Arena. Ele já havia atuado como titular na última semana, diante do River Plate-PAR e repete essa condição na segunda rodada da fase de grupos da Copa Sul-Americana. O jogo é encarado como decisivo por parte do Timão.

Lance!
Publicidade
Publicidade