2 eventos ao vivo

Lembre 10 atletas que não chegaram perto do sucesso de parentes ilustres

Primos de Messi, irmão de Kaká, irmão de Ribéry... Ter grau de parentesco não garante sucesso no futebol pelo mundo afora. Confira como está o desafio de cada jogador!

11 jan 2019
17h44
  • separator
  • comentários

Julio Santa Cruz é mais um jogador que tem de carregar a responsabilidade de ser parente de um atleta ilustre no futebol. O irmão de Roque Santa Cruz será a esperança de gols do Pelotas para a disputa do Gauchão.

Porém, nem sempre ter um parente famoso é sinônimo de que o sucesso está pavimentado no futebol. O LANCE! traz alguns jogadores que encararam este desafio.

MAXI E EMANUEL BIANCUCCHI

Maxi e Emanuel Biancucchi chegaram a atuar no Brasil. Mas, com passagem oscilante, não renderam (Foto: Divulgação/ Site Oficial Bahia)

Primos de Messi, Maxi e Emanuel Biancucchi também se aventuraram pelo futebol e chegaram a passar pelos gramados brasileiros. O primeiro vestiu a camisa do Flamengo e teve um início promissor mas, aos poucos, caiu de rendimento.

Depois, teve uma boa passagem pelo Vitória e altos e baixos pelo Bahia, mas não deslanchou a ponto de encher os olhos da torcida argentina. Atuou no Rubio Ñu-PAR.

Já Emanuel vestiu a camisa do Bahia, sem cair nas graças da torcida. Em seguida, desembarcou no futebol carioca, mas para vestir a camisa do Vasco, onde não teve espaço. Ainda atuou pelo Ceará, também sem render. Sua passagem mais recente foi pelo Melgar-PER.

DIGÃO

Irmão de Kaká: fim de carreira aos 27 anos (Foto: Divulgação)

Revelado no São Paulo, Digão chegou a defender o Milan em 2004. Porém, passou longe de repetir o sucesso do seu irmão, Kaká. Porém, nunca emplacou no clube "rossonero".

Logo passou a ser cedido para outros clubes europeus e, após rescindir contrato, foi morar nos Estados Unidos. Aposentou-se aos 27 anos.

ROBERTO INSIGNE

Roberto Insigne está em clube de divisão inferior da Itália (Reprodução/Instagram)

Enquanto Lorenzo Insigne engatou uma série de temporadas no Napoli, seu irmão Roberto não tem a mesma sorte no clube. O jogador é emprestado co frequência para equipes de menor investimento do futebol italiano.


No momento, está cedido ao Benevento, clube da Segunda Divisão do futebol italiano.

WILLAMES JOSÉ

Zagueiro tem rodado pelo futebol do Nordeste (Divulgação)

Irmão mais velho de William José, o zagueiro Willames José vem se destacando no futebol do Nordeste, e, em especial por clubes alagoanos. Rodou por clubes como Murici, ASA e Coruripe.

Na temporada passada, atuou no FF Sports, time da Série B do Campeonato Alagoano.

FRANÇOIS RIBÉRY

François aposentou-se aos 29 anos, na Quarta Divisão da França (Divulgação/Instagram)

Ao contrário do meia Franck, um craque do Bayern de Munique, François não disse a que veio no futebol mundial. Passou inicialmente por clubes semiprofisisonais da França.

Após perambular, encerrou sua carreira no Bayonne, da Quarta Divisão da França. Com apenas 29 anos.

TOBIAS SCHWEINSTEIGER

Tobias trocou o futebol pela beira de campo (Divulgação/Instagram)

Ao contrário do irmão mais badalado, Tobias Schweinsteiger teve trajetória frustrante no futebol. Meia-atacante, passou por clubes modestos e até chegou ao time B do Bayern de Munique.

Após um ciclo na equipe B do time bávaro, Tobias aceitou o cargo de assistente técnico do time sub-17 do Bayern de Munique.

JOHN ROONEY

Irmão de Wayne, John Rooney atuou no modesto Chester (Divulgação)

Após ter ingressado na base do Everton ao lado do irmão Wayne, John Rooney não vingou no clube inglês. Aos poucos, tentou a sorte em clubes dos Estados Unidos, como o Orlando City e o New York Red Bulls, e atuou de novo na Inglaterra, pelo modestíssimo Chester.

THIAGO COIMBRA

Thiago não engrenou ainda sequência (Foto: Divulgação/Boavista)

Filho de Zico, Thiago Coimbra ainda não conseguiu engrenar uma boa sequência pelos clubes nos quais passou. Perambulou por clubes como CFZ, Paulista, Flamengo, America e Atlético-PB.

Suas passagens mais recentes foram com a camisa do Boavista. Em ambas, atuou em poucas partidas.

FABIAN GÖTZE

Irmão de Mario Götze só atuou em clubes modestos (Reprodução/Instagram

Chegando ao Borussia Dortmund ao lado do seu irmão mais novo Mario, Fabian Götze não teve o mesmo espaço. O lateral-esquerdo passou a atuar no time B.

Em seguida, atuou em clubes modestos, como Mainz, Bochum e Unterhaching, à época na Terceirona.

THORGAN HAZARD

Thorgan queixou-se da 'sombra' do irmão (Reprodução/Instagram

Thorgan Hazard não teve o mesmo do sucesso do seu irmão Eden no Chelsea. Logo atuou no Zultem Waregem (BEL) e, em seguida, atuou no Borussia Monchengladbach (ALE).

A sombra do irmão foi questionada pelo próprio meia.

Lance!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade