0

Justiça do Rio condena Vasco por dívida após compra de 570m³ de areia

Decisão do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro obriga clube a pagar o valor de R$ 39,9 mil, mais honorários, a uma empresa de material de construção por venda em 2019

14 jan 2020
23h17
atualizado às 23h17
  • separator
  • 0
  • comentários

A juíza substituta Fernanda Rosado de Souza, da 28ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ), condenou o Vasco a pagar R$ 39,9 mil, mais 10% de honorários, para a empresa Irmãos Fernandes Comercio de Materiais de Construção Ltda. A dívida é pelo não pagamento de 570m³ de areia lavada, com notas fiscais emitidas entre janeiro e fevereiro de 2019. Cabe recurso.

Alexandre Campello é o presidente do Vasco (Foto: Rafael Ribeiro / Vasco da Gama)
Alexandre Campello é o presidente do Vasco (Foto: Rafael Ribeiro / Vasco da Gama)
Foto: Lance!

De acordo com a sentença, datada na última quarta-feira, o Vasco não contestou sobre a cobrança. A magistrada colocou na decisão "Declara-se a revelia em razão da ausência de contestação, considerando-se verdadeiros os fatos alegados na petição inicial, notadamente a existência da relação contratual entre as partes e o descumprimento do que foi pactuado com a ré, isto é, o pagamento dos valores estipulados para o negócio jurídico firmado, conforme notas fiscais que instruem a presente".O LANCE! procurou o Vasco por meio da assessoria de imprensa e o advogado Rubim Junior, que defendeu a empresa neste processo contra o clube, na busca de posicionamentos, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem.

> Confira a seguir o dispositivo da decisão!

"DO EXPOSTO, JULGO PROCEDENTE O PEDIDO, nos termos do art. 487, I, do CPC, para condenar a ré a pagar à autora a quantia de R$39.900,00, com correção monetária a partir da sentença e juros de 1% (um por cento) ao mês a contar do vencimento. Honorários advocatícios ao patrono da ré fixados em 10% sobre o valor da condenação, qual seja, R$ 39.900,00, chegando-se à quantia de R$3.990,00, na forma do art. 85, §2º, do CPC"

*Estagiário, sob supervisão de Yuri Hernandes

Veja também:

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade