0

João Victor rescinde com o Nacional, de Portugal, e projeta volta ao Brasil

Atacante ex-Caldense defendeu o clube português na Primeira Liga por sete meses e agora aguarda definição de novo clube no futebol brasileiro

25 fev 2021
19h39
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Contratado no início da temporada europeia para defender as cores do Nacional, de Portugal, o atacante João Victor se despediu do clube da Ilha da Madeira na última semana. Com 14 partidas disputadas e um gol marcado, o atleta acertou sua rescisão contratual em comum acordo e trabalha para voltar ao futebol brasileiro.

Atacante João Victor rescindiu com o Nacional-POR e já está de volta ao Brasil (Foto: Divulgação/Nacional)
Atacante João Victor rescindiu com o Nacional-POR e já está de volta ao Brasil (Foto: Divulgação/Nacional)
Foto: Lance!

TABELA

GALERIA

á no Brasil após o fim de seu vínculo, o atacante de 22 anos tem em mãos propostas e sondagens para atuar por importantes clubes brasileiros. Revelado pelo Red Bull Brasil e com passagens por Grêmio Osasco e Caldense, João Victor aguarda a definição de seu futuro, mas promete honrar e se dedicar ao clube pelo qual optar por atuar na temporada.

- Agora que voltei ao Brasil espero jogar em alguma equipe forte, independentemente de onde eu vá espero dar o meu melhor como sempre fiz, treinar, me dedicar a cada dia. Às vezes você não se encaixa em um clube, em um sistema de jogo, não se adapta, mas aqui no Brasil estou mais acostumado ao clima e ao futebol e espero fazer uma boa campanha onde quer que eu esteja. Que eu tenha sequência, minutos em campo e ajude com gols e assistências. Espero com paciência, com calma por uma definição e para onde eu for vou dar o meu máximo - prometeu.

Logo em sua chegada a Portugal, João Victor chamou a atenção da comissão técnica do Nacional e foi escalado como titular em sua primeira partida, quando marcou seu único gol pela equipe. A chegada de reforços e a necessidade de o clube inscrever estrangeiros nas competições, além de o desejo do jovem em regressar ao Brasil, fizeram com que o vínculo fosse encerrado antes do previsto. Mesmo assim, o jovem traz boas experiências e recordações na bagagem.

- Foi minha primeira passagem na Europa, aprendi muito com o futebol europeu. É um jogo de muito contato, a primeira impressão que eu tive foi de que os times são bem compactos, muito fortes fisicamente e não param de correr. Essa é a principal diferença que senti. Cresci muito como atleta, mas também como pessoa. Portugal é um país muito educado, muito disciplinado, a educação é diferente. Gostei muito do país, infelizmente não me adaptei ao estilo de jogo, mas espero voltar com mais experiência pois tenho certeza de que vai ser diferente - avaliou.

Veja também:

LANCE! mostra 20 feras sul-americanas que valem investimento
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade