6 eventos ao vivo

João Pedro ou Pedro: A ótima dor de cabeça de Fernando Diniz

Treinador tem duas opções para montar o ataque tricolor. No entanto, jogadores atuam como referência. Para ajudar, LANCE! analisa as características dos jogadores

25 mai 2019
07h04
  • separator
  • 0
  • comentários

Após a goleada por 4 a 1 sobre o Atlético Nacional-COL, na última quinta-feira, Fernando Diniz foi taxativo ao dizer que João Pedro é o titular do ataque do Fluminense. De fato não tem como o jovem atacante ficar de fora do time. Afinal de contas, foram seis gols nos últimos três jogos. No entanto, Pedro está apto a entrar em campo no domingo, contra o Bahia, na Fonta Nova, pelo Campeonato Brasileiro, colocando uma ótima dor de cabeça para o treinador.

João Pedro e Pedro atuaram juntos apenas nos acréscimos do jogo contra o Goiás (Divulgação: Fluminense)
João Pedro e Pedro atuaram juntos apenas nos acréscimos do jogo contra o Goiás (Divulgação: Fluminense)
Foto: Lance!

Buscando ajudar o Fernando Diniz, o LANCE! analisou os prós e contras entre os atacantes. A começar pelo momento atual de cada um deles. Nesse ponto João Pedro leva ampla vantagem sobre Pedro, já que vem em um momento iluminado, sendo o principal jogador da equipe nos últimos três jogos. Sem contar que está voando fisicamente, enquanto o concorrente se coloca como opção após uma pancada na perna esquerda, que o tirou das últimas duas partidas.

No aspecto da confiança, João Pedro também está na frente. Até o momento o atacante não errou sequer uma finalização que tentou. Foram nove, todas em direção ao gol. Quanto ao Pedro, o centroavante ainda tenta engatar uma sequência de partidas. Vale lembrar que ele voltou a jogar no mês passado após sofrer uma grave lesão no joelho direito. Entretanto, mostrou que o faro de gol segue apurado, marcando dois em seis jogos.Quando o assunto é repertório, os dois possuem qualidades parecidas, com características um pouco diferentes. Apesar de serem referências do ataque, João Pedro oferece mais velocidade e opções de jogadas pelos lados do campo. Já Pedro se impõe melhor fisicamente, conseguindo com mais facilidade fazer o pivô, além de sair mais da área, pela faixa central do campo, na tentativa de organizar o jogo.

No quesito gols, existe uma leve vantagem para Pedro. Por ter mais tempo no profissional, o atacante possui mais experiência e já mostrou que sabe balançar as redes de vários jeitos. De cabeça, de canhota, com o pé direito, cobrando pênalti e até mesmo com chutes de fora da área. No entanto, João Pedro não fica atrás. O jogador já marcou com pé esquerdo, pé direito e de cabeça, mostrando muito oportunismo.

Por serem atacantes de alto nível, a dor de cabeça pode até ser resolvida com os dois atuando juntos, pelo menos em um primeiro momento. Isso porque Luciano está suspenso devido ao terceiro cartão amarelo e não joga diante do Bahia. Com isso, Fernando Diniz pode resolver esse ótimo problema da forma mais simples, escalando Pedro e João Pedro no ataque tricolor. Revelados em Xerém, os dois atacantes jogaram juntos apenas nos acréscimos da partida contra o Goiás, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade