0

João Félix volta a marcar e Atlético de Madrid se classifica

Atacante português não marcava um gol desde o início de outubro

11 dez 2019
19h08
atualizado às 19h42
  • separator
  • 0
  • comentários

O Atlético de Madrid venceu o Lokomotiv Moscou, em casa, sem dificuldades e está classificado para as oitavas de final da Liga dos Campeões. Com gols de João Félix e Felipe, os Colchoneros bateram os russos por 2 a 0.

João Félix deixou o seu em vitória do Atleti.
João Félix deixou o seu em vitória do Atleti.
Foto: Juan Medina / Reuters

O primeiro gol quase saiu logo no início do jogo. Com menos de um minuto, João Félix foi derrubado na área pelo goleiro Kochenkov e o juiz marcou pênalti. Na cobrança, Trippier bateu à meia altura e o goleiro se redimiu do erro para fazer a defesa. Não demorou muito e os Colchoneros tiveram nova chance, novamente de pênalti, dessa vez marcado com o auxílio do VAR. João Félix bateu e fez.

O Atlético até fez o segundo aos 27 minutos, mas a arbitragem pegou impedimento de Morata após passe de Correa. O time espanhol seguia encurralando o Lokomotiv no campo de defesa e os russos se viravam como podiam.

No início do segundo tempo, o time madrilenho ampliou o placar com um gol brasileiro. O zagueiro Felipe, após cruzamento de Koke, marcou seu primeiro gol com a camisa do time espanhol. Após o segundo gol, o time de Diego Simeone diminuiu o ímpeto, somente à espera do apito final.

Juventus elimina o Bayer com gol de CR7

Já o Bayer Leverkusen está fora da Liga dos Campeões. Nesta quarta-feira, os alemães receberam a Juventus - previamente classificada para o mata-mata na liderança do Grupo D - precisando vencer e torcer por uma derrota do Atlético sobre o Lokomotiv. A equipe italiana venceu por 2 a 0, com gols de Cristiano Ronaldo e Higuaín, e decretou a eliminação dos rubro-negros - que vão disputar a Liga Europa.

Cristiano Ronaldo comemora seu gol.
Cristiano Ronaldo comemora seu gol.
Foto: Thilo Schmuelgen / Reuters

PRESSÃO DOS MANDANTES

Pressionado pela situação no grupo, o Bayer começou apertando. Bellarabi e Diaby, pelos lados direito e esquerdo, respectivamente, criaram chances. O francês bateu duas vezes com perigo, mas parou na trave e em grande defesa de Buffon - que iniciou o jogo no lugar de Sczesny.

TRÊS PARA VALER UM! 

Talvez sabendo que o Atlético de Madrid abrira o placar na Espanha, os alemães não retornaram do intervalo com o mesmo ímpeto. E aí Cristiano Ronaldo iniciou a sua cruzada. Primeiro, recebeu cruzamento de Danilo e finalizou da grande área, mas estava impedido. Aos cinco, CR7 recebeu de Bernardeschi, dominou, bateu cruzado e chegou a celebrar, mas o lance também foi anulado.

A espera pelo gol acabou quando Dybala foi lançado por Pjanic. O argentinou cruzou com efeito e Cristiano, na sua característica, com um só toque, fez 1 a 0 na BayArena.

NÃO ERA PARA SER

Nitidamente abalado, o Bayer diminuiu o ritmo, mas ainda assim, perdeu chance inacreditável. Em lance confuso, Aránguiz avançou pela esquerda, foi travado, e Baumgartlinger ficou com a sobra. O austríaco tirou da marcação, mas também foi bloqueado, e a bola voltou para o volante chileno - que de cara para o gol, girou e bateu para fora.

GOLPE FINAL

Já nos acréscimos, em tabela argentina, veio a última tacada da Juve. Dybala recebeu escorada de Higuaín e devolveu para o centroavante. 'La Pepita' dominou na entrada da areá e chutou de esquerda, para fazer 2 a 0 e fechar o placar.

Veja também:

 

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade