PUBLICIDADE
Logo do

Atlético-MG

Meu time

Hulk marca 2 vezes e Atlético-MG goleia o Cerro Porteño

O time mineiro jogou bem e não deu chances para os paraguaios no Mineirão. Dupla Savarino e Hulk foi o grande destaque da partida

4 mai 2021
21h12 atualizado às 21h21
0comentários
21h12 atualizado às 21h21
Publicidade

Bom futebol, equipe equilibrada e uma bela vitória. Essa foi a noite do Atlético-MG, que derrotou o Cerro Porteño-PAR, por 4 a 0, com dois gols de Hulk, com Savarino e Vargas completando o placar.

A dupla #savahulk (Savarino e Hulk) protagonizou as melhores jogadas ofensivas do time brasileiro, que mostrou um jogo firme, permitindo poucos avanços do Cerro ao gol atleticano.

Hulk marca duas vezes, Atlético-MG goleia o Cerro Porteño e assume liderança do Grupo H da Libertadores
Hulk marca duas vezes, Atlético-MG goleia o Cerro Porteño e assume liderança do Grupo H da Libertadores
Foto: Washington Alves / Reuters

O triunfo levou o Galo para a liderança do Grupo H, com sete pontos em três jogos, se mantendo invicto na competição e tendo um bom cenário para garantir a classificação à fase mata-mata. O Cerro Porteño está com quatro pontos, na segunda colocação.

Destaque para mais um bom jogo de Hulk, que marcou seu quinto gol em quatro jogos e ainda da evolução da equipe como um todo, demonstrando que a instabilidade está se dissipando.

Atlético-MG seguro na etapa inicial

Sem sofrer pressão do Cerro, com o time bem compactado, o Galo controlou bem a partida, não criou muitas chances, mas foi muito eficiente quando chegava no gol de Jean. Saiu vencedor com merecimento.

Hulk artilheiro do Galo

Pelo terceiro jogo seguido, o camisa 7 do Galo deixou sua marca nas redes adversárias. E, diante do Cerro, Hulk, que vem evoluindo a cada jogo, abriu o placar no Mineirão e marcou o segundo ainda no primeiro tempo. Já são cinco gols em quatro jogos.

Tchê Tchê perdido em campo

O volante tem sido uma peça que destoa no meio de campo do Galo. Erros frequentes de posicionamento, passes e uma completa confusão de qual seu espaço no esquema de Cuca. Seu único bom lance foi o belo passe dado a Keno, que quase resultou em gol. Sua redenção viria na etapa final.

Savarino: o trabalhador do ataque

O venezuelano é rápido, tem bom drible e foi o motorzinho do ataque alvinegro. Sempre dava opção para receber e partir rumo ao gol adversário, com direito a duas assistências para os gols de Hulk. E ainda deixou o dele após belo passe de Tchê Tchê, que se redimiu das falhas e fez um segundo tempo consistente.

Goleada alvinegra

A grande jornada atleticana teve um encerramento perfeito com o quarto gol na noite, marcado por Vargas, após grande cruzamento de Guilherme Arana. Vitória sem sustos.

Liderança do grupo e o time ganhando confiança e "corpo"

Ter um grupo acessível como o H, no qual o Atlético-MG está inserido, permitiu ao time mineiro se organizar após um início desequilibrado na temporada. Agora, é aproveitar para confirmar o quanto antes sua classificação, de preferência, em primeiro lugar, para chegar nos mata-mata, ainda mais consistente e forte.

Próximos jogos

O Galo joga no sábado, 8 de maio, às 16h30, contra o Tombense, pelo duelo de volta das semifinais do Campeonato Mineiro. Pela Libertadores, o alvinegro vai à Colômbia encarar o América de Cali, no dia 13 de maio, quinta-feira.

FICHA TÉCNICA DA PARTIDA

ATLÉTICO-MG 4 X 0 CERRO PORTEÑO-PAR

Data: 4 de maio de 2021

Horário: 19h15 (de Brasília)

Local: Estádio Mineirão, Belo Horizonte(MG)

Árbitro: Néstor Pítana (ARG)

Assistentes: Ezequiel Brailovsky (ARG) e Gabriel Chade (ARG)

Cartões amarelos: Allan(ATL), Patiño (CER) , Villasanti (CER), Jair(ATL), Alexis Duarte (CER)

Cartões vermelhos:

Gols: Hulk, aos 8'-1ºT(1-0), Hulk, aos 45'-1ºT(1-0), Savarino, aos 27'-2ºT(3-0), Vargas, aos 46'-2ºT(4-0)

ATLÉTICO-MG (Técnico: Cuca)

Everson, Guga, Igor Rabello, Junior Alonso e Guilherme Arana, Allan (Jair-intervalo), Tchê Tchê (Alan Franco, aos 38'-2ºT) e Nacho Fernández, Savarino(Vargas, aos 41'-2ºT), Hulk (Sasha, aos 39'-2ºT) e Keno (Diego Tardelli, aos 38'-2ºT)

CERRO PORTEÑO (Técnico: Francisco Arce)

Jean; Espinola, Juan Patiño, Alexis Duarte e Arzamendia; Enzo Giménez (Mateus Gonçalves, aos 7'-2ºT), Mathias Villasanti, Angel Cardozo (Bobadilla, aos 31'-2ºT), Pachi Carrizo (Ovelar, aos 21'-2ºT), Claudio Aquino (Barreiro, aos 31'-2ºT) e Boselli (Morales-intervalo).

Lance!
Publicidade
Publicidade