0

Governo convoca reunião com Flu e Vasco para abrir portões

Desembargadora de plantão no TJRJ determinou portões fechados na final da Taça Guanabara entre Vasco e Flu. Medida é decorrente da disputa por setor de arquibancada

17 fev 2019
14h01
atualizado às 16h53
  • separator
  • 0
  • comentários

O Governo do Rio de Janeiro e a Secretaria de Esportes do Estado convocaram uma reunião de urgência com Fluminense, Vasco e FERJ para decidir sobre a abertura, ou não, dos portões do Maracanã. Após conflitos políticos e jurídicos, a entidade entrou no circuito para tentar ajudar os clubes a chegarem em um consenso positivo.

Estádio do Maracanã estará vazio na final da Taça Guanabara entre Fluminense e Vasco.
Estádio do Maracanã estará vazio na final da Taça Guanabara entre Fluminense e Vasco.
Foto: Divulgação / Estadão Conteúdo

A ideia do Governo e da Secretária é chegar a um acordo pela aberta dos portões. Fluminense quer que o seu contrato que dá acesso ao setor sul seja cumprido. O Vasco quer que os torcedores que compraram ingresso tenham direito a ir ao Maracanã.

O Secretário de Esportes do Rio, Felipe Bornier se manifestou pelo Twitter e afirmou que conversou com Pedro Abad "para que reconsiderasse a posição de defender portões fechados na final da Taça Guanabara".

 

A desembargadora de plantão no TJRJ (Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro), Lúcia Helena do Passo, determinou nesta madrugada portões fechados na final da Taça Guanabara entre Vasco e Fluminense, às 17h deste domingo, no Maracanã.

A medida é decorrente da disputa entre os dois clubes pelo direito de alocar seus torcedores no setor sul do estádio. O Vasco ainda entrou com um pedido de reconsideração da decisão, que foi rejeitado também pela desembargadora Lúcia Helena do Passo. Com isso, o Maracanã ficaria sem público na decisão deste domingo.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade