0

Goleiros vivem fase de afirmação na meta e chegam para o Fla-Flu em alta

César, do Flamengo, e Júlio César, do Fluminense, colocam bom momento à prova no próximo sábado, no Maracanã, em clássico pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro

12 out 2018
06h03
atualizado às 06h03
  • separator
  • comentários

As metas de Flamengo e Fluminense estão bem protegidas. Quase xarás, César e Júlio César chegam para o clássico de sábado, no Maracanã, com a confiança em alta. O primeiro, revelado na Gávea, aproveita a brecha dada pela lesão de Diego Alves para mostrar, mais uma vez, o seu valor. O segundo, por sua vez, vive um ano de afirmação nas Laranjeiras após a saída de Diego Cavalieri.

Começando pelo Rubro-Negro, mandante do clássico, César fará sua terceira partida consecutiva como titular. Contra Bahia e Corinthians, no Brasileirão, ainda não foi vazado e, se manter a escrita diante do Fluminense, ajudará o time a manter-se na disputa do título nacional. No total, são quatro jogos do camisa 37, com oito defesas simples e quatro difíceis, segundo o 'Footstats".

O goleiro de 26 anos viveu situação similar no fim da última temporada, com a fase ruim de Alex Muralha e as lesões de Diego Alves e Thiago. Assim, foi titular na reta final da Copa Sul-Americana, tendo boas atuações na semifinal diante do Junior Barranquilla, pegando pênalti na Colômbia, e nas decisões contra o Independiente, apesar do título continental ter ficado com o clube argentino.

César e Júlio César defenderão as metas no Fla-Flu (Gilvan de Souza/Flamengo e Mailson Santana/Fluminense F.C.)
César e Júlio César defenderão as metas no Fla-Flu (Gilvan de Souza/Flamengo e Mailson Santana/Fluminense F.C.)
Foto: LANCE!

No Tricolor, a temporada de Júlio César é de afirmação. Nas Laranjeiras desde 2014, o goleiro ficou na sombra de Diego Cavalieri, que deixou o clube no fim do ano passado. Assim, aos 32 anos, Júlio aproveitou o momento e faz ótima temporada como titular absoluto. Dos 54 jogos do Fluminense no ano, o arqueiro esteve em campo em 51, com uma média de 0,92 gol sofrido por jogo.

Titular nas 28 partidas do Campeonato Brasileiro - assim como Victor, do Atlético-MG, Jandrei, da Chapecoense, e Vanderlei, do Santos -, o camisa 1 do Tricolor fez 51 defesas simples e 23 difíceis. De acordo com os números do "Foostats", Júlio César é o oitavo goleiro que mais defendeu na competição.

LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade