1 evento ao vivo

Gilberto chega a 40 jogos pelo Flu no ano com poucos motivos para festejar

Lateral-direito não vive boa fase e tem sido alvo de vaias e críticas da torcida tricolor. Permanência por mais uma temporada nas Laranjeiras fica cada vez mais distante

1 nov 2019
09h02
atualizado às 09h02
  • separator
  • 0
  • comentários

Ao entrar em campo contra o Ceará, na última quarta-feira, o lateral-direito Gilberto chegou a marca de 40 jogos com a camisa do Fluminense, em 2019. A derrota por 2 a 0, no Castelão e as atuações recentes do jogador, no entanto, não deixam muitos motivos para comemoração. A fase de Gilberto já não é boa há algum tempo. Contra o Vozão, o camisa 2 voltou a falhar defensivamente e deixou espaços do lado direito. Nos jogos no Rio, tornou-se comum vê-lo ser vaiado pela torcida tricolor.

O jogador de 26 anos chegou ao Flu emprestado pela Fiorentina em 2018 e logo conquistou a posição de titular. Foi um dos jogadores mais consistentes dos times comandados por Abel Braga e Marcelo Oliveira. Ao todo fez 36 jogos e marcou seis gols, mas perdeu os últimos três meses do ano em função de um edema ósseo no joelho direito. A renovação foi tratada como prioridade nas Laranjeiras e concluída com sucesso por mais um ano.

Na atual temporada, Gilberto tem oscilado entre bons e maus momentos. Começou o ano como titular, ainda sob o comando de Fernando Diniz, teve uma boa participação no Campeonato Carioca, em que marcou um gol decisivo na semifinal contra o Flamengo, mas caiu de rendimento após o término da competição regional. Em meados de julho, perdeu espaço e a vaga no time para Igor Julião.

Com a chegada de Oswaldo, voltou a ter oportunidades e recuperou o status do início do ano. A maior participação do camisa 2, foi garantida pelas características mais ofensivas. Com Marcão, foi mantido no time, mas os erros voltaram a ser uma constante.

Lateral-direito tem sido alvo de vaias dos tricolores (Foto: Celso Pupo/Fotoarena)
Lateral-direito tem sido alvo de vaias dos tricolores (Foto: Celso Pupo/Fotoarena)
Foto: Lance!

Confira aqui a classificação do Campeonato Brasileiro

Renovação distante

O mau momento em campo, somado com a perseguição de torcedores, faz com que a permanência de Gilberto em 2020 seja uma incógnita. Os direitos econômicos do jogador pertencem à Fiorentina (ITA) e o acordo vigente de empréstimo com o Tricolor se encerra no dia 30 de dezembro. Gilberto segue vinculado ao clube italiano até junho de 2021, mas já foi cedido ao futebol brasileiro nas últimas três temporadas, uma para o Vasco e duas para o Fluminense.

Somado a este fato, o lateral-direito Igor Julião, uma das crias de Xerém, renovou o contrato com o Tricolor até dezembro de 2021. O antigo acordo entre jogador e clube se encerraria no fim da atual temporada. Julião está no Fluminense desde os 12 anos de idade. Após empréstimos para clubes dos Estados Unidos, Brasil e Eslováquia retornou ao Flu no segundo semestre do ano passado. Chegou a ser titular com Fernando Diniz, mas voltou para o banco com Oswaldo de Oliveira e mantido lá por Marcão.

O próximo teste para o Flu e para Gilberto será no sábado, no clássico com o Vasco, no Maracanã. Uma vitória é considerada essencial para definir a permanência de Marcão manter o Flu firme na luta para escapar da zona de rebaixamento.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade