0

Ganso livre e Flu mais protegido: Yuri valoriza escalação com dois volantes

Volante, que dividiu o setor com Allan, afirma que o Tricolor ficou mais seguro defensivamente, potencializando as qualidades do meia

17 set 2019
16h44
atualizado às 16h50
  • separator
  • 0
  • comentários

A vitória sobre o Corinthians pode ser um divisor de águas para o Fluminense, que atuou, depois de muito tempo, com dois volantes de origem. Allan, o titular absoluto, costumava ter ao seu lado os meias Daniel e Ganso, ficando um pouco sobrecarregado. Agora teve Yuri para dividir a responsabilidade de proteger a defesa.

Yuri foi titular contra o Corinthians e deve ser mantido no time (Foto: Mailson Santana/Fluminense)
Yuri foi titular contra o Corinthians e deve ser mantido no time (Foto: Mailson Santana/Fluminense)
Foto: Lance!

- Foi uma partida boa do time inteiro, apesar de jogarmos de um jeito diferente. Foi a primeira vez que a gente atuou com dois volantes. Achei que fomos bem, mas lógico que temos coisas para acertar. Vamos aproveitar essa semana para corrigir isso e buscar a vitória contra o Goiás fora de casa - opinou Yuri.

TABELA
Confira a classificação do Campeonato Brasileiro

Além da proteção ao gol de Muriel, os dois volantes deram mais liberdade para Ganso, que antes tinha mais responsabilidades defensivas, ficando mais longe da área adversária, tendo pouco destaque e mais desgaste. Com isso, a tendência é de que Oswaldo de Oliveira mantenha a formação, o que beneficiaria diretamente Yuri, que não chegou a ter sequência na equipe titular. Quanto a manter o esquema, o volante despistou, mas argumentou falando justamente sobre o Ganso.

- Ficou bem claro que o Ganso teve mais liberdade. Com dois volantes gente ficou mais protegido. Existem coisas para acertar, mas se o Oswaldo vai manter essa formação, aí tem de ver com ele, nos treinamentos da semana. Estamos preparados e focados para qualquer jeito de jogar - comentou.

BATE-BOLA COM YURI

O que representa para o elenco terminar o turno fora da zona de rebaixamento?
- Foi muito bom terminar o turno fora do Z4. Todo mundo sabe a pressão que é estar ali. Então, ficar fora, é muito bom. O jogo contra o Goiás será outra final. Daqui para frente, não tem como ser diferente. Todo jogo é uma final. A gente precisa pontuar e vamos sempre com esse pensamento.

Em cinco jogos sob o comando de Oswaldo de Oliveira, o Fluminense não levou gols em dois. Qual é o segredo para essa melhora defensiva?
- Temos de diminuir os erros. A maioria dos gols que a gente acaba sofrendo é por lances pontuais, bobos. No Brasileiro é sempre bom estar pontuando e vamos em busca disso.

Você jogou com o Orinho no Santos. O que dá para dizer sobre o lateral-esquerdo?
- Ele está em casa já. É um jogador que tem um potencial muito grande. Vem focado em disputar um espaço para ele.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade