2 eventos ao vivo

Galo ganhou apenas 4 pontos em 12 disputados e Jorge Sampaoli reclama de 'presente' ao Bahia

O Galo venceu o Goiás, empatou com o Flu e foi derrotado por Bahia e Fortaleza, dando chances para Inter e Flamengo alcançarem o time mineiro

19 out 2020
23h19
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A liderança do Campeonato Brasileiro foi perdida pelo Atlético-MG em doses, não de uma vez. O time mineiro tinha uma "gordura" de pontos que mantinha os rivais mais distantes na ameaça à primeira colocação da equipe mineira na classificação.

Sampaoli já havia "jogado a toalha" antes mesmo do fim do jogo, pela má atuação do time no segundo tempo-(Bruno Cantini/Agência Galo)
Sampaoli já havia "jogado a toalha" antes mesmo do fim do jogo, pela má atuação do time no segundo tempo-(Bruno Cantini/Agência Galo)
Foto: Lance!

Todavia, nos quatro últimos jogos, o Galo marcou apenas quatro pontos em doze possíveis, permitindo o avanço de Internacional, novo líder da competição, e do Flamengo, que vem de vitórias sólidas que o credencia cada vez mais ao bicampeonato nacional. Venceu o Goiás, perdeu para Goiás e Bahia e empatou com o Fluminense.

Essa instabilidade contra rivais que se têm propostas de jogo mais defensivas geraram a queda da ponta para a terceira colocação no Brasileirão e uma situação de melhora na competição, mesmo ainda tendo um jogo a menos em relação aos rivais.

Jorge Sampaoli falou da derrota para o Bahia e disse que o Galo "presenteou" o Bahia no duelo em Pituaçu.

-Creio que nós demos um presente ao rival. Não havia nenhuma possibilidade que o Atlético perdesse esse jogo. Infelizmente, presenteamos com ações demasiadamente grosseiras. A explicação da partida não tem a ver com o que fez o rival, mas sim com o que nós fizemos. Uma partida totalmente controlada, cheia de superioridade, mas com pouca eficácia nas duas áreas-disse em tom crítico o treinador.

As várias chances perdidas diante do Tricolor de Aço também foram alvo do técnico atleticano.

-É sinal(falhas nas finalizações) de um processo que está caminhando. Temos que seguir trabalhando, corrigir um monte de coisas. Também temos que corrigir coisas quando ganhamos. Mas não há dúvidas de que se este projeto coletivo de ataque não se concretiza com as situações claras que o time cria vai ser muito complicado- completou.

Veja também:

Seleção feminina ganha camisas sem estrelas do masculino
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade