1 evento ao vivo

Galo fica satisfeito com início de Brasileiro e atinge 'meta' de pontos

Para o técnico Rodrigo Santana, o time chegou à pontuação prevista pela comissão técnica nos nove jogos disputados pelo alvinegro

15 jun 2019
11h38
  • separator
  • 0
  • comentários

O Atlético-MG atingiu a meta de pontos da equipe alvinegra nas rodadas do Brasileiro que antecederam a parada para a Copa América. O time mineiro conseguiu 16 pontos nos nove jogos que disputou, ficando na quinta posição. Foram cinco vitórias, três derrotas e apenas um empate. Quem garante que a meta de pontuação foi alcançada é o técnico Rodrigo Ssntana.

-Eu calculava, no mínimo, 16 pontos de quando começou o Brasileiro até esta pausa", disse o treinador.

O bom desempenho do Galo neste início de campeonato dá tranquilidade ao time e para o treinador, que terá alguns dias de trabalho durante a parada para a Copa América, já que no retorno aos jogos, em julho, os mineiros terão uma sequência forte de decisões.

Logo de cara, no dia 10 de julho, o Atlético-MG encara o Cruzeiro pelas quartas de final da Copa do Brasil, além de duelos com o Botafogo na Copa Sul-Americana, válidos pelas oitavas de final da competição continental.

Santana ficou satisfeito com os pontos conquistados pelo Galo nas nove primeiras rodadas do Brasileiro- DOUGLAS MAGNO / AFP
Santana ficou satisfeito com os pontos conquistados pelo Galo nas nove primeiras rodadas do Brasileiro- DOUGLAS MAGNO / AFP
Foto: Lance!

Ricardo Oliveira em dois minutos

Rodrigo Santana aproveitou sua fala sobre o desempenho do time para explicar porque colocou o atacante Ricardo Oliveira aos 48 minutos do segundo tempo no duelo contra o São Paulo, na última quinta-feira, no Independência. Oliveira ficou em campo apenas dois minutos em campo, tendo inclusive uma chance de marcar. ,

-Primeiro de tudo: se a gente não vai conseguir os três pontos, a gente não pode perder o nosso ponto. No início do jogo, a gente já tem um ponto. A gente optou por deixar bem para o final porque é a última loucura dos últimos minutos, de colocar duas referências. O Ricardo é um monstro, tem 39 anos de idade, treina para caramba, tem uma responsabilidade muito grande de liderança dentro do plantel. Eu avisei o Ricardo que sairia com o Alerrandro. Mesmo no treino antes do jogo, ele foi o último a sair do campo treinando finalização. Se fosse qualquer outro atleta, poderia ter terminado o treino e ir embora para o chuveiro-elogiou

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade