0

Fred não aceita redução de salário e deve deixar o Cruzeiro segundo presidente do conselho gestor

Segundo o presidente do conselho gestor, Saulo Fróes, não houve interesse do jogador em aceitar a nova política salarial da Raposa

17 jan 2020
05h53
  • separator
  • 0
  • comentários

O atacante Fred não deve jogar no Cruzeiro em 2020. Essa é a percepção do presidente do conselho gestor da Raposa, Saulo Fróes. O dirigente comentou durante o lançamento do Campeonato Mineiro que o jogador não aceita uma redução salarial dentro dos atuais padrões do clube.

Essa posição de Fred sinaliza que sua segunda passagem pela Toca da Raposa está perto de chegar ao fim. O contrato de Fred vai até o fim desta temporada.

-Infelizmente, o Fred está, na nossa opinião, irredutível, e na nossa avaliação técnica, não deve permanecer. Também não houve interesse dele em redução. Por enquanto não apareceu nenhum clube e nós vamos resolver como vai ficar a situação com referência a parte técnica, caso ele mude de ideia e permaneça no Cruzeiro- disse Fróes.

Fred está trabalhando com os demais jogadores do elenco estrelado na pré-temporada e havia poucas notícias de sua situação contratual. A notícia de que não está disposto a ceder uma redução dos seus vencimentos pode explicar porque Adílson Batista tem treinado com o camisa 9 sempre na equipe reserva, mesmo estando em boas condições físicas.

Fred está irredutível em diminuir salário, afirmou Saulo Fróes- (Bruno Haddad/Cruzeiro)
Fred está irredutível em diminuir salário, afirmou Saulo Fróes- (Bruno Haddad/Cruzeiro)
Foto: Lance!

Segundo o diretor de futebol do Cruzeiro, Ocimar Bolicenho, já houve duas reuniões com o atacante para negociar e uma nova reunião acontecerá na próxima segunda-feira, dia 20 de janeiro.

A saída de Fred era tratada desde o fim de 2019, quando o rebaixamento da Raposa se confirmou. O atacante está entre os maiores salários do clube, muito longe do que o Cruzeiro pode pagar atualmente.

Contando as duas passagens pelo clube mineiro, Fred , de 36 anos, tem 140 jogos com a camisa celeste e marcou 81 gols. Em 2019, o centroavante não foi bem, terminando o ano com 22 gols na temporada, quase todos marcados no primeiro semestre, tendo uma queda de produção no Brasileiro que prejudicou o time em momentos chave do campeonato.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade