PUBLICIDADE

Fred marca, Fluminense vence o Bragantino e abre vantagem

Camisa 9 chegou aos 35 gols na competição, um a menos de Romário, maior artilheiro da história do torneio

2 jun 2021 23h28
| atualizado às 23h42
ver comentários
Publicidade

Na partida de estreia na Copa do Brasil, o Fluminense levou a melhor e saiu na frente na briga por uma vaga nas oitavas de final. Nesta quarta-feira, o Tricolor venceu o Red Bull Bragantino por 2 a 0 no Maracanã. Os gols foram marcados por Fred e Abel Hernández, ambos no segundo tempo. Os visitantes eliminaram Mirassol e Luverdense nas fases anteriores.

Agora pelo Campeonato Brasileiro, o Flu receberá o Cuiabá no próximo domingo, às 11h, pela segunda rodada da competição, em São Januário. Já o Bragantino encara o Bahia em casa, no sábado, às 21h. O duelo de volta, em Bragança Paulista, será na próxima quarta-feira, às 21h30.

Fred abriu o placar para o Fluminense na partida no Maracanã (Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.)
Fred abriu o placar para o Fluminense na partida no Maracanã (Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.)
Foto: Lance!

Estudado

Mesmo atuando fora de casa, foi o Bragantino quem iniciou tendo a posse de bola. Em partida estudada, as duas equipes se fecharam bem para evitar surpresas e, portanto, não houve chances claras. O Fluminense, mais uma vez, deu campo ao adversário e chegou poucas vezes, cometendo erros de passe e, na melhor oportunidade, com um chute para fora de um Nene livre na área.

Melhorou

Ainda houve duas chances perigosas para cada lado no primeiro tempo. A primeira, aos 33, que poderia ser um golaço do Red Bull Bragantino com Lucas Evangelista, que deu um chapéu em Luccas Claro, mas tocou rente à trave. Depois, aos 36, com Yago Felipe chutando rasteiro de fora da área e obrigando Júlio César a fazer uma defesa no cantinho. Apesar de os visitantes terem a bola, foram os mandantes que conseguiram dar mais volume.

Dá nele que resolve

Bem no jogo, mas sem chances claras, o Fluminense abriu o placar em uma jogada comum do time de Roger nesta temporada. Aos 15 minutos, Caio Paulista roubou a bola e puxou o contra-ataque. Yago Felipe lançou Fred, que tocou para Gabriel Teixeira e entrou na área para receber de volta e chapar no gol. Ele chegou aos 35 gols na Copa do Brasil e está a apenas um de igualar Romário como maior artilheiro da história da competição.

Estrela

O artilheiro saiu e um dos reservas mais importantes deste Fluminense mostrou que tem estrela. Aos 24, Martinelli roubou a bola na intermediária, Nene recebeu e rolou para Yago, que viu Abel Hernández infiltrar a área para chutar de primeira e ampliar a conta um minuto depois de entrar na vaga de Fred. O Tricolor melhorou e conseguiu fazer os gols quando aproximou o meio-campo e foi eficiente nas roubadas de bola, enquanto o Red Bull Bragantino foi ficando desorganizado e não chegou tanto.

Não deu

Nos minutos finais, o Bragantino tentou correr atrás do prejuízo e provocou até uma defesaça do goleiro Marcos Felipe, mas, em geral, o Fluminense se armou bem defensivamente para evitar as subidas. Além disso, Roger Machado fez mudanças na frente que ajudaram a dar fôlego novo ao time. No fim, nada mudou no placar.

FICHA TÉCNICA:

FLUMINENSE 2X0 RED BULL BRAGANTINO

Data/Hora: 02/06/2021, às 21h30

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)

Assistentes: Felipe Alan Costa de Oliveira (MG) e Ricardo Junio de Souza (MG)

Gols: Fred (15'/2ºT) (1-0), Abel Hernández (24'/2ºT) (2-0)

Cartões amarelos: Fred, Yago Felipe (FLU), Aderlan (RBB)

Cartões vermelhos: -

FLUMINENSE: Marcos Felipe; Samuel Xavier, Manoel, Luccas Claro e Egídio; Martinelli, Yago Felipe (Wellington - 50'/2ºT) e Nene (Ganso - 33'/2ºT); Caio Paulista (Luiz Henrique - 33'/2ºT), Fred (Abel Hernández - 23'/2ºT) e Gabriel Teixeira (Kayky - 33'/2ºT). Técnico: Roger Machado.

RED BULL BRAGANTINO: Julio César; Aderlan, Léo Ortiz, Fabrício Bruno e Edimar (Luan Cândido - 26'/2ºT); Eric Ramires (Jadsom Silva - 26'/2ºT), Lucas Evangelista e Helinho (Weverson - 47'/2ºT); Artur, Ytalo (Pedrinho - 26'/2ºT) e Cuello (Alerrandro - 8'/2ºT). Técnico: Maurício Barbieri.

Lance!
Publicidade
Publicidade