1 evento ao vivo

Barcelona dá show, goleia o Sevilla e leva a Copa do Rei

Culés não encontram dificuldades e faturam o torneio pela 30ª vez em sua história. Neste domingo, podem ganhar ainda o Campeonato Espanhol 'pela televisão'

21 abr 2018
18h20
atualizado às 18h33
  • separator
  • 6
  • comentários

Xô, crise! Após ser goleado para a Roma e empatar com o Celta de Vigo, o Barcelona se reabilitou com goleada e título: 5 a 0 sobre o Sevilla, na final da Copa do Rei, neste sábado. Os gols foram marcados por Luis Suaréz (dois), Messi, Coutinho e Iniesta, que deve se despedir do Barça ao fim da temporada. A partida foi disputada no Wanda Metropolitano, casa do Atlético de Madrid.

Barcelona conquistou a Copa do Rei com baile sobre o Sevilla (Foto: PIERRE-PHILIPPE MARCOU / AFP)
Barcelona conquistou a Copa do Rei com baile sobre o Sevilla (Foto: PIERRE-PHILIPPE MARCOU / AFP)
Foto: Lance!

O resultado dá ao Barça a possibilidade de ser campeão de dois torneios no mesmo fim de semana. Neste domingo, no mesmo estádio, os Colchoneros receberão o Bétis, arquirrival do Sevilla, em jogo da 34ª rodada do Campeonato Espanhol. Se o time da capital perder, o Barça será campeão sem jogar.

O Barcelona conquistou a Copa do Rei pela quarta vez consecutiva, a 30ª na sua história (o torneio existe desde 1902). O segundo maior vencedor é o Athletic Bilbao, com 24. O Real Madrid vem em terceiro, com 19. Perdedor deste sábado, o Sevilla soma cinco taças: foi campeão pela última vez em 2010.

Coutinho faz de pênalti

Aos 13 minutos do primeiro tempo, o placar já estava aberto. O goleiro Cilessen (Ter Stegen foi banco) deu um chutão para Coutinho, que arrancou, entrou na área e tocou para Suaréz apenas empurrar para o fundo das redes. Pouco depois, Messi deixou o dele. O argentino ampliou após passe de calcanhar de Jordi Alba.

Ainda no primeiro tempo saiu o terceiro, com Suaréz, após tabela com Messi. O quarto, no começo da etapa final, foi um presente ao ídolo do Barça e de todos os espanhóis, Iniesta. O meia tabelou com Messi e driblou o goleiro.

Acabou por aí? Não. Aos 23 do segundo tempo, Lenglet colocou a mão na bola, que sobrou redondinha para Coutinho marcar. O juiz anulou e marcou pênalti - convertido pelo próprio brasileiro.

Lance!
  • separator
  • 6
  • comentários
publicidade