4 eventos ao vivo

'Foi difícil controlar a emoção, pois minha esposa me ajudou a não desistir', recorda Leandro Kível, ao L!

Ao 'De Casa Com o LANCE!', atacante que se emocionou em entrevista à sua esposa, diz que jornalista Tâmara Oliveira 'profetizou' que seu gol após longa lesão sairia contra o Vitória

4 set 2020
07h07
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A explosão por virar uma página complicada de sua carreira tornou Leandro Kível protagonista de um momento comovente na Série B. Convidado do "De Casa Com o LANCE!" na noite da última quinta-feira, o atacante falou sobre a sua reação na saída do gramado quando, após ter marcado o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Vitória, desabafou para sua esposa, a jornalista Tâmara Oliveira, sobre um gol que esperava após um ano e meio no qual conviveu com uma grave lesão.

Atacante lidou com desafio de superar árdua lesão para voltar a campo no clube sergipano (Divulgação/Confiança)
Atacante lidou com desafio de superar árdua lesão para voltar a campo no clube sergipano (Divulgação/Confiança)
Foto: Lance!

- Fiquei muito emocionado naquele momento. Não esperava que fosse uma reação tão bonita, foi uma noite perfeita. Minha esposa profetizou 15 dias antes. Na época, eu desacreditava, estava com muita dor, bastante limitação, fazia fisioterapia e ela disse para eu não desistir: "quem sabe lá, contra o Vitória, você não estará bom?" . Acabei entrando no decorrer da partida com o Figueirense, joguei quatro minutos, toquei duas vezes na bola. E aí contra o Vitória entrei de novo e aconteceu o gol. Ela trabalhando pelo Premiere. Até minha entrevista eu estava extremamente tenso, feliz, emocionado - detalhou.

O "InKível", apelido designado pelos torcedores do Gigante Operário, contou como tenta respeitar o trabalho de Tâmara, apresentadora do "Globo Esporte Sergipe".

- Hoje ela cobre dois clubes adversários e, inclusive, já aconteceu antes de ela me entrevistar em 2014, quando já estávamos namorando. As redes sociais não eram como são hoje, que têm mais barulho. Ela é imparcial, a gente foi profissional. Por mais que eu tenha saído com vontade de abraçá-la, podia atrapalhar o trabalho dela. E ela sabe que sou muito mais carinhoso - garantiu.

Kível detalhou como foi o desafio de lidar com a lesão por tanto tempo.

- Eu me machuquei em fevereiro de 2019 em uma dividida acidental. No jogo contra o Itabaiana, minha perna travou embaixo do corpo de um adversário e fez uma fratura que é lesão multi-ligamentar, que é mais comum de acontecer em quem sofre acidente de moto. Foram 90 dias sem tocar os pés no chão, com meu pé inchado, praticamente deformado. Chorei muito de dor, minha esposa, minha mãe, minha sogra, minha família foram muito importantes - e emendou:

- Por isso que, na hora do gol, deu vontade de abraçar todo mundo. Os colegas com quem convivo mais tempo, o pessoal da cozinha que me ouvia gritar de dor... Nosso chefe, Matheus (Costa, treinador do Confiança), que infelizmente está afastado por Covid-19, mas tenho certeza que vibrou - completou.

O atacante afirmou que sua ligação com o Confiança ficou ainda mais estreita.

- É minha segunda passagem aqui. Todo mundo lembra do gol que eu fiz em 2014 aos 47 minutos do segundo tempo. Só tenho que agradecer pela ligação que tenho com o Confiança, com a Nação Proletária - frisou.

SOBRE O 'DE CASA COM O LANCE!'

O "De Casa com o LANCE!" é um programa apresentado exclusivamente por meio do Instagram do site. No formato home office, nossa equipe irá receber convidados exclusivos de diferentes esferas, como atletas, profissionais e influenciadores digitais, além da participação dos leitores com perguntas ao vivo. Para não ficar de fora, acompanhe o nosso Instagram (@diariolance) e o Twitter (@lancenet).

Veja também:

Veja quem mais jogou na Copa do Brasil
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade