0

Fluminense tem debate com técnicos negros e influenciadora nas redes em ações no Dia da Consciência Negra

Marcão e Thaissan Passos, treinadores do Sub-23 e do time feminino, vão fazer mesa redonda para debate sobre racismo e a luta por igualdade racial no país

20 nov 2020
18h04
atualizado às 18h04
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

No Dia da Consciência Negra, o Fluminense está utilizando suas plataformas para promover a reflexão e o debate sobre o tema do racismo no Brasil. A primeira ação do dia foi com Bianca Santos, influenciadora negra e torcedora tricolor no perfil @falasemgritar, que tomou as redes sociais do clube em postagens no CT Carlos Castilho e na Sala de Troféus, nas Laranjeiras.

Fluminense terá debate no Dia da Consciência Negra (Foto: Divulgação Twitter/Fluminense)
Fluminense terá debate no Dia da Consciência Negra (Foto: Divulgação Twitter/Fluminense)
Foto: Lance!

No final da tarde, o clube promoverá uma mesa redonda com dois técnicos negros nos comandos do time Sub-23 e do feminino, respectivamente, Marcão e Thaissan Passos. O debate terá mediação de Ernesto Xavier, ator, jornalista, escritor e mestre em Antropologia. A transmissão será feita a partir das 18h no canal do Fluminense no Youtube.

O clube também se manifestou nas redes sociais sobre a data republicando um vídeo que explica a origem do "pó-de-arroz". O clube nega que haja uma história racista por trás do produto, explicando que Carlos Alberto tinha o hábito de utilizar talco desde que atuava pelo América e o apelido se originou por provocação de torcedores de seu ex-time.

Veja também:

Confira a repercussão da morte de Maradona na Argentina e pelo mundo
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade