1 evento ao vivo

Fluminense é condenado a pagar mais de R$ 800 mil a Kayke por dívidas de 2018

Valor inclui verbas rescisórias, salários atrasados, férias, FGTS, multas e honorários. Atacante atualmente defende o Umm Salal, do Catar

28 nov 2020
13h07
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A Justiça condenou o Fluminense a pagar R$ 847.315,01 para Kayke, atacante que defendeu o clube em 2018. O processo foi movido pelo atleta em maio deste ano e a causa foi ganha em primeira instância na última semana. O clube ainda pode recorrer da decisão, que envolve o pagamento de salários atrasados, verbas rescisórias, férias, FGTS, multas e honorários. A informação foi divulgada inicialmente pelo site "Saudações Tricolores".

Kayke em ação pelo Fluminense (Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.)
Kayke em ação pelo Fluminense (Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.)
Foto: Lance!

Atualmente no Umm Salal, do Catar, Kayke teve uma breve passagem pelo Fluminense, por empréstimo, entre agosto e dezembro de 2018. No período, o atacante disputou apenas nove jogos com a camisa tricolor, sendo cinco como titular, e não marcou gols. Em seguida, o atleta retornou ao Yokohama Marinos, do Japão, e passou por Goiás e Qatar SC antes de chegar ao Umm Salal, em outubro deste ano.

VEJA DETALHES DA CONDENAÇÃO:

- R$ 662.520,93 por salários atrasados (de dezembro de 2018 e 13º) e férias, não recolhimento de FGTS e multas pelo não pagamento das verbas rescisórias e das verbas incontroversas

- R$ 91.419,71 de IRRF

- R$ 1.242,08 de contribuições previdenciárias

- R$ 75.518,27 de honorários sucumbenciais

- R$ 16.614,02 de custos do processo

Veja também:

Veja onde estão 24 andarilhos no futebol brasileiro
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade