4 eventos ao vivo

Flu e Vasco não chegam a consenso em briga por setor sul do Maracanã

Pedro Abad deixou a reunião sem falar com a imprensa. Já Alexandre Campello afirma que decisão judicial que concedeu liminar favorável ao Fluminense não pode ser cumprida

16 fev 2019
14h55
atualizado às 15h16
  • separator
  • 0
  • comentários

Ainda não há uma definição sobre quem ficará no setor sul do Maracanã na final da Taça Guanabara, neste domingo, ás 17h. Mesmo após reunião realizada neste sábado, na sede da FERJ, mandatários de Fluminense e Vasco não chegaram a um consenso e a briga pelo lado direito do estádio promete ganhar novos capítulos.

De um lado, o presidente do Fluminense, Pedro Abad, deixou o local por volta das 14h10 e preferiu não falar com a imprensa. Roberta Fernandes e Marcelo Penha, representantes do clube, também deixaram a reunião. Já o presidente cruz-maltino, Alexandre Campello, falou sobre a liminar concedida ao Tricolor pela Justiça - que exige o cumprimento do contrato com o Consórcio.

Lado direito do Maracanã voltou a ser polêmica (Foto: Marcello Neves/LANCE!)
Lado direito do Maracanã voltou a ser polêmica (Foto: Marcello Neves/LANCE!)
Foto: Lance!

- Temos mais de 20 mil ingressos vendidos, absoluta maioria para a torcida do Vasco no setor sul. Não tem como mudar esse curso agora, nem o local da partida. Chegamos a definição de que vamos atender a liminar e suspender a venda do setor sul e iniciar a venda do setor norte para a torcida do Fluminense até que se chegue ao número de ingressos que foram vendidos para os vascaínos. Os outros setores seguem disponíveis - disse Campello.

Terceira parte envolvida na questão, o Maracanã emitiu nota informando que está cumprindo a decisão da Justiça favorável ao Fluminense.

"O Maracanã informa que apresentou, no dia 15/02/19, uma petição ao Juiz da 37a Vara Cível informando que a concessionária que administra o estádio está cumprindo a decisão, tendo comunicando imediatamente ao Vasco, mandante da partida, para providências com relação à venda dos ingressos do setor sul à torcida do Fluminense Football Club", declarou em nota.

A liminar conquistada pelo Fluminense é do juiz Sandro Lucio Barbosa Pitassi, da 37ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ), que determinou que o Complexo Maracanã cumpra de forma integral o contrato com o clube e, consequentemente, destine o setor sul do estádio na final da Taça Guanabara, domingo, contra o Vasco, aos tricolores. O magistrado também fixou uma multa de R$ 50 mil por hora de ingressos vendidos em desacordo com a decisão.

Entenda o caso: a polêmica vem desde 2013, quando o Maracanã foi reaberto. O Fluminense fez um acordo com a administração do estádio e passou a alocar sua torcida no setor sul, à direita das cabines de rádio. O problema é que o Vasco foi alocado no lado direito devido ao título carioca em 1950, onde ficou decidido que o campeão carioca teria o direito de escolher onde posicionar a torcida.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade