1 evento ao vivo

Flamengo tem a parcela mais alta no refinanciamento do Profut. Veja quanto cada clube irá pagar

31 jul 2015
10h56
  • separator
  • 0
  • comentários

O rombo dos clubes brasileiros junto à União pelo não pagamento de impostos chega próximo dos R$ 4 bilhões. No refinanciamento da dívida proposto pelo governo através da MP do Profut, os clubes terão 20 anos para quitar os débitos em condições que foram amplamente discutidas no Congresso e que envolveu, além dos parlamentares, dirigentes de futebol e representantes do governo.

Com o parcelamento definido, o especialista em gestão esportiva e colunista do L!, Amir Somoggi, fez um levantamento de quanto cada um dos principais clubes do futebol brasileiro terá que pagar mensalmente para quitar suas dívidas dentro das condições propostas.

E o Flamengo, cujo déficit é de quase R$ 266 milhões, será o time com a maior parcela. Se o clube aderir ao refinanciamento, o valor mensal a ser pago pelo rubro-negro nos primeiros anos será de quase R$ 600 mil, e ultrapassará a casa de R$ 1 milhão a partir do quinto ano.

Já o Atlético-PR, cuja dívida fiscal é de apenas R$ 737 mil, será o clube com a menor parcela se entrar no programa pagando apenas R$ 3 mil por mês, limite mínimo previsto.

Valor tende a crescer
O valor da dívida total utilizado por Amir Somoggi neste levantamento é de “apenas” R$ 2,7 bilhões, pois considera apenas os números que foram publicados nos balanços financeiros de 2014 dos clubes. O total, entretanto, tende a ser maior.

– Os balanços não correspondem à realidade e o rombo é muito maior do que todos imaginam – diz Somoggi, explicando que apenas os órgãos credores têm o valor correto.

No levantamento, os juros foram considerados com base na atual taxa Selic, que é de 13,65% ao ano.


Veja as condições para os clubes parcelarem suas dívidas fiscais e também tabela com o valor das parcelas de cada clube

Prazo

Os clubes terão período de 240 meses (20 anos) para parcelarem suas dívidas somadas até 2014 junto à União.

Benefícios
Os clubes que aderirem à proposta do governo, o valor do passivo terá 70% de descontos nas multas, 40% dos juros e 100% dos encargos legais.

Juros
Os valores das parcelas serão atualizadas mensalmente pela taxa Selic, que atualmente é de 13,65% ao ano.

Carência
Nos cinco primeiros anos do parcelamento da dívida, os clubes terão carência nas seguintes regras: 50% de desconto no valor a ser pago nos dois primeiros anos; 25% de desconto nas parcelas no terceiro e quarto ano; e 10% de desconto no quinto ano.

Restante do Débito
Após o período de carência, os clubes terão mais 180 parcelas para quitarem o débito que restou junto ao governo.

Valor Mínimo
Nas condições impostas, a parcela mensal a ser paga pelos clubes não poderá ser inferior a R$ 3 mil.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade