0

Fla-Flu mostra que Ganso e Nenê nem sempre podem jogar juntos

Meias produziram pouco e ajudaram menos ainda na marcação ao adversário. Meio-campo ficou exposto e estratégia de explorar os contra-ataques não foi bem sucedida

21 out 2019
07h05
atualizado às 13h08
  • separator
  • 0
  • comentários

Ao barrar João Pedro no clássico diante do Flamengo, o técnico Marcão modificou a formação do Fluminense em campo, abrindo mão de uma referência no ataque. Apesar de não dizer abertamente, as vaias da torcida nos jogos anteriores pesaram pela escolha. O substituto foi Wellington Nem, que atuou predominantemente pelo lado direito.

Ganso foi novamente vaiado pela torcida do Fluminense (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)
Ganso foi novamente vaiado pela torcida do Fluminense (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)
Foto: Lance!

Sem referência, Ganso e Nenê atuaram por dentro, sempre na altura do meio-campo, enquanto Yony González caiu mais pelo lado esquerdo, tendo que ajudar na marcação já que os meias não possuem essa característica. Por conta disso, a estratégia se mostrou ineficaz e o Tricolor acabou sendo derrotado pelo Rubro-Negro por 2 a 0, no Maracanã.

O revés fez voltar à tona um antigo questionamento: Ganso e Nenê podem jogar juntos? A resposta que o clássico nos deu foi de que não podem, pelo menos contra equipes ofensivas como a do Flamengo. Ambos não possuem intensidade na marcação, a tal pegada, e isso fez a diferença no domínio do adversário durante toda a partida.

TABELA
Confira a classificação do Campeonato Brasileiro

Além do mais, por terem um ritmo mais cadenciado, os meias deixaram o Fluminense com uma saída de bola mais lenta, dando também pouca opção de passes em velocidades. Com isso, o time foi burocrático nas poucas vezes em que teve a posse de bola. Com atuações abaixo da crítica, os dois foram substituídos por Marcão no segundo tempo. Ganso o cumprimentou, mas Nenê demonstrou descontentamento.

- Nenê e Ganso são grandes jogadores e vão nos ajudar, mas em algum momento vão sair. Ninguém gosta, mas temos que pensar na equipe. É uma coisa normal. Temos que pensar sempre na equipe, no melhor para a equipe. Eles entendem. Na hora, com cabeça quente, faz parte. Depois, com calma, a gente conversa tranquilo.

O Fluminense terá a semana cheia até o jogo de sábado, contra a Chapecoense, penúltima colocada do Campeonato Brasileiro. A partida vai ser novamente no Maracanã, com a presença dos tricolores, que vem pegando no pé de Ganso. Contra o Flamengo, o meia mais uma vez foi vaiado. A decisão está nas mãos de Marcão, que pode retornar com o esquema antigo, com o centroavante João Pedro, outro que também virou alvos dos torcedores.

- O JP foi uma questão estratégica (saída do time), para surpreender. Ele tem nossa total confiança, assim como o Ganso. Está buscando, está trabalhando, está fechado com a gente e o grupo. Vamos treinar bem a semana para a próxima decisão. Contamos com todos os jogadores - afirmou Marcão.
Veja os TOP descontos nas melhores lojas online do Brasil:

Renove seu antivírus com desconto Kaspersky
Compre eletrodomésticos mais barato na Consul
Saldão em móveis na Marabraz

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade