1 evento ao vivo

Fla faz proposta por Bruno Henrique, mas fator Sampaoli deve frear venda

Técnico argentino vê no atacante do Santos potencial para ser um dos melhores do time sob seu comando e, por isso, Alvinegro dificilmente aceitará vendê-lo ao Rubro-Negro

20 dez 2018
17h30
atualizado às 17h30
  • separator
  • 0
  • comentários

O Santos recebeu uma oferta do Flamengo pelo atacante Bruno Henrique superior aos R$ 20 milhões. A negociação envolve também mais dois atletas do plantel, ambos seriam cedidos por empréstimo. O valor exato não foi confirmado pelo Peixe, mas a tendência é de que a proposta seja recusada. Bruno Henrique é um dos atletas preferidos do novo técnico Jorge Sampaoli e, por isso, dificilmente será negociado antes da pré-temporada.

Bruno Henrique é um dos alvos do Fla para o ataque, mas deve ficar (Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos)
Bruno Henrique é um dos alvos do Fla para o ataque, mas deve ficar (Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos)
Foto: Lance!

A informação foi inicialmente publicada pelo jornalista Jorge Nicola, do Yahoo. Em sua chegada ao Santos, Sampaoli deixou clara o desejo de contar não só com Bruno Henrique, mas também com os laterais Victor Ferraz e Dodô, todos envolvidos em especulações do mercado. Ferraz, inclusive, chegou a se acertar com o São Paulo, mas viu o negócio melar com a vinda do argentino.- Há um monte de jogadores que podem ser apropriados para o futuro do funcionamento da equipe. A grande capacidade que tem Bruno Henrique e Rodrygo, por exemplo, com esse potencial ofensivo, é o que vamos apostar numa estrutura de sustentação para que tenham mais gols - ponderou Sampaoli, em sua apresentação no Museu do Futebol, na última terça-feira.

Antes do Flamengo, o Cruzeiro sinalizou o interesse de tirar Bruno Henrique do Santos, mas o negócio também não avançou. O presidente José Carlos Peres avisou aos dirigentes do clube mineiro seu interesse apenas no futebol do uruguaio De Arrascaeta e se recusou a negociar Bruno por outros atletas do plantel da Raposa junto com dinheiro.

O estafe de Bruno Henrique chegou a se irritar com o presidente santista nesta janela de transferências quando o mandatário falou à imprensa em fazer leilão e vender o jogador pelo maior preço possível. O "climão" já foi apaziguado, mas Bruno permanece em alta no mercado. Seu contrato vai até janeiro de 2021.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade