4 eventos ao vivo
Logo do Palmeiras
Foto: terra

Palmeiras

Filpo Nuñez e Luxa: Roger pode igualar lendas do Verdão na quinta

Enquanto o argentino foi o último a ter sete vitórias seguidas em um início de trabalho no clube, Luxemburgo foi o último a começar um Paulista também com sete triunfos

12 fev 2018
07h04
atualizado às 07h05
  • separator
  • comentários

Com 100% de aproveitamento, Roger Machado pode igualar marcas de dois técnicos com muita história no Palmeiras: Filpo Nuñez e Vanderlei Luxemburgo. Caso vença o Linense, nesta quinta-feira, no Allianz Parque, o treinador chegará a sete vitórias em sete jogos no Paulista, feitos conquistados pela histórica dupla em ocasiões diferentes.

Roger Machado
Roger Machado
Foto: Cesar Greco / LANCE!

No caso de Filpo, comandante da primeira Academia, nos anos 1960, ainda não há nenhum início de trabalho melhor que o de sua terceira passagem, em 1978. Um triunfo nesta próxima rodada fará o atual comandante igualar-se ao começo do argentino há 40 anos.

Já Luxemburgo defende o melhor início do Verdão em um Paulista no século 21: também sete vitórias seguidas. Isto aconteceu em 2009 e não se encaixa na mesma categoria do recorde de Filpo Nuñez, pois não era início de trabalho - a quarta passagem de Luxa pelo Palmeiras começou em 2008, quando conquistou o último título paulista. Nesta sequência de 2009, além dos sete triunfos no Estadual, o Verdão ainda ganhou mais dois na Libertadores.

Com seis vitórias em seis jogos, o Verdão já igualou o início de 2014, sob comando de Gilson Kleina. O time é o único com campanha perfeita neste início de Paulista e por isso lidera o grupo C e a classificação geral. Roger não quer ver o time perder o pique apesar da situação confortável.

- Os pontos adotados para o jogo (contra o Mirassol) é de que chegamos na metade da fase classificatória. Que se a gente deixasse de conquistar pontos, outros times poderiam chegar. A fase classificatória acaba daqui a seis jogos e tem vantagem de jogar em casa e a pontuação segue contando. Acima de tudo, é se fortalecer como equipe e precisa passar por uma adversidade como esta. Sair de casa, enfrentar um adversário motivado por bons resultados, e superar o adversário vai fortalecendo o espírito coletivo - avisou.

LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade