1 evento ao vivo

Felipão comemora goleada, mas ressalva: 'Ainda falta muita coisa'

Técnico do Palmeiras falou após a vitória no clássico com o Santos, por 4 a 0, na noite deste sábado, pelo Campeonato Brasileiro. Comandante ainda falou sobre relação com Sampaoli

18 mai 2019
22h35
atualizado às 22h56
  • separator
  • 0
  • comentários

No clássico diante do Santos, na noite deste sábado, o Palmeiras dominou, goleou por 4 a 0 e se isolou na liderança do Campeonato Brasileiro. O técnico Felipão, em entrevista coletiva após o confronto, no Pacaembu, comemorou o resultado e o momento do Verdão, mas fez uma ressalva: o time ainda não está pronto para conquistar os objetivos almejados, faltando "muita coisa".

Felipão na vitória do Palmeiras sobre o Santos na noite deste sábado (Foto: Divulgação/ Flickr)
Felipão na vitória do Palmeiras sobre o Santos na noite deste sábado (Foto: Divulgação/ Flickr)
Foto: Lance!

- Estou feliz com o trabalho no Palmeiras desde que cheguei, com a retribuição dos atletas em campo. Dentro do que gostamos de jogar, com intensidade e jeito de jogar, estão me dando tudo o que preciso desde o início. Claro que queremos melhorar. Algo de diferente tem de melhorar. Não é porque ganhamos hoje que estamos prontos. Não. Ainda falta muita coisa. Vamos ver se conseguimos melhorar - afirmou o treinador, completando:

- Provavelmente criamos umas seis ou sete chances de gol, e olhe lá, e fizemos quatro gols. Aproveitou muito bem as oportunidades. Estávamos trabalhando e não vínhamos conseguindo. Quando temos duas semanas pra trabalhar, o trabalho da comissão é organizar para acertar um pouco mais. E parece que estamos conseguindo alguma coisa.Felipão aproveitou a entrevista coletiva para comentar sobre a relação que possui com Sampaoli, técnico do Santos, que justamente neste clássico não conseguiu fazer o Santos jogar.

- Nos damos bem. Temos conversado sobre futebol muito pouco, porque é só aquele minuto antes do jogo. Depois cada um cuida do seu time. Tenho maior prazer de dizer que é muito bem-vindo no futebol brasileiro, como pessoa e como nós saímos do Brasil muitas vezes, fomos bem recebidos em outros países. Queremos também dar a ele a oportunidade de ser bem recebido, e entendemos que é útil. Como pessoa é muito querido. Tomara que faça seu trabalho normalmente, que fique gostando do Brasil, do Santos, e faça o trabalho com a normalidade que precisa no Brasil - finalizou.

Com a vitória, o Palmeiras chegou a 13 pontos, na liderança isolada do Campeonato Brasileiro. Pela competição, volta a campo no próximo sábado, contra o Botafogo, no Mané Garrincha. Antes, na quarta, pela Copa do Brasil, visita o Sampaio Corrêa.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade