PUBLICIDADE

Federação Italiana aprova lei anti-Superliga nesta segunda

Gabriele Gravina, presidente da Federação Italiana, afirmou que quem participar de torneio não reconhecido pela Fifa, Uefa ou a própria entidade será banido

26 abr 2021 11h38
| atualizado às 11h38
ver comentários
Publicidade

A Federação Italiana (FIGC) aprovou uma nova regra que impede os clubes do país a participarem de torneios de futebol que não sejam reconhecidos pela Fifa, Uefa ou pela própria entidade, para evitar casos como o da Superliga. Caso uma equipe descumpra a lei, ela poderá ser banida das competições nacionais.

Gravina foi duro com clubes da Superliga (AFP)
Gravina foi duro com clubes da Superliga (AFP)
Foto: Lance!

Além desta punição, o clube que descumprir a nova lei pode perder a afiliação com as entidades que organizam o futebol mundial. Durante o Conselho da Federalçao, Gravina, presidente da FIGC, deu margem para futuras mudanças no formato do Campeonato Italiano para o futuro.

A Superliga foi anunciada no último dia 18, mas suprimida em dois dias após a pressão de torcedores e a desistência dos clubes fundadores. A competição tinha a intenção em contar com 15 times fixos e outro cinco convidados com a promoção de grandes partidas e uma enorme injeção financeira.

Lance!
Publicidade
Publicidade