0

Federação Brasileira de Treinadores critica Mauro Cezar: 'Ataca a honra de profissionais do esporte'

Em nota, FBTF repudia supostas críticas e acusa o jornalista de se aproveitar da audiência de seus contratantes para atacar a honra dos treinadores brasileiros

13 ago 2019
19h38
atualizado às 19h57
  • separator
  • 2
  • comentários

A Federação Brasileira de Treinadores de Futebol adicionou mais um capítulo à polêmica com o jornalista Mauro Cezar Pereira, da ESPN Brasil. Em nota divulgada a imprensa nesta terça-feira, a FBTF repudiou alguns comentários proferidos pelo comentarista, acusando Mauro de atacar a honra dos treinadores brasileiros e persegui-los, como teria feito, supostamente, com Abel Braga e Vanderlei Luxemburgo.
- O jornalista Mauro Cezar, que já reúne em sua bagagem muitas polêmicas, faz uso da audiência dos seus contratantes e excede o limite do razoável, atacando a honra de profissionais do esporte, os colocando quase em posição de algozes. Dada a perseguição feita contra os treinadores Abel Braga, no período em que dirigiu o Flamengo, e Vanderlei Luxemburgo (atual treinador CR Vasco da Gama), o jornalista confunde e mistura de forma proposital, pejorativa e maldosa, a vida pessoal do treinador de futebol com a de cidadão -, afirmou a FBTF.

Mauro Cezar é novamente criticado, agora pela Federação Brasileira de Treinadores de Futebol, que divulgou nota oficial (Foto: Reprodução/ESPN)
Mauro Cezar é novamente criticado, agora pela Federação Brasileira de Treinadores de Futebol, que divulgou nota oficial (Foto: Reprodução/ESPN)
Foto: Lance!

A briga começou quando Mauro Cezar foi criticado pelo treinador Vanderlei Luxemburgo, do Vasco, em uma série de videos divulgados no canal pessoal do técnico, no Youtube. Ao LANCE!, o jornalista concedeu uma resposta sobre o caso e se defendeu das acusações, afirmando que nunca fez qualquer crítica de cunho pessoal aos treinadores e sim ao lado profissional.

Procurada pela reportagem do LANCE!, a assessoria de imprensa da ESPN Brasil emitiu um comunicado, defendendo a metodologia de jornalismo desempenhada pela emissora e por Mauro.

- Reconhecida pela credibilidade e independência de seu jornalismo, a ESPN Brasil respeita e defende a livre opinião de seus profissionais que possuem total liberdade para a realização de análises e comentários relacionados ao universo esportivo -, diz a nota.

Lance!
  • separator
  • 2
  • comentários
publicidade