25 eventos ao vivo

Fecha a casinha: contra o Cruzeiro, Vasco busca evolução defensiva

Número de gols sofridos recentemente preocupa e dificulta a obtenção de resultados positivos. Próxima adversária, a Raposa tem um dos piores ataques da competição

1 dez 2019
06h17
  • separator
  • 0
  • comentários

Que a campanha do Vasco era ruim no início e melhorou com a chegada de Vanderlei Luxemburgo não é novidade. O que preocupa, nestes últimos jogos do Campeonato Brasileiro, é o rendimento defensivo da equipe cruz-maltino. Alerta para os três jogos finais, a começar para a partida contra o Cruzeiro, nesta segunda-feira.

Henríquez cometeu erro fatal contra o Goiás e também falhou contra o São Paulo (Foto: Marcelo de Jesus/Raw Image)
Henríquez cometeu erro fatal contra o Goiás e também falhou contra o São Paulo (Foto: Marcelo de Jesus/Raw Image)
Foto: Lance!

TABELA
> Confira a classificação e o simulador do Brasileiro clicando aqui

A última vez que a retaguarda vascaína saiu zerada de duas partidas foi na vitória sobre o Fortaleza (1 a 0) após o empate (0 a 0) com o Avaí. Isso no meio do mês passado. Nos últimos dez jogos, 13 gols sofridos.

- É uma coisa que temos conversado também. Ninguém gosta de tomar gol. É uma coisa que acaba incomodando bastante principalmente quem é defensor. Temos que nos apegar naquilo que fizemos de bom. Se não tomarmos gol, estaremos mais perto da vitória - analisa o zagueiro Leandro Castan.

Nestes jogos mais recentes, Castan foi desfalque de dois por suspensão, um por lesão, e quase teve a suspensão ampliada (um efeito suspensivo tem mantido o capitão à disposição. Nos últimos dois jogos, o parceiro de zaga dele, Henríquez, cometeu erros técnicos fatais para o empate com o Goiás e para a derrota para o São Paulo.

A evolução necessária, porém, é coletiva. Do outro lado, um Cruzeiro que tem o terceiro pior ataque da competição, com 27 gols marcados, ao lado da Chapecoense.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade