0

Fábio admite incômodo e influência externa no mau momento do time

O camisa 1 da Raposa comentou a situação do clube em sua coletiva, nesta quinta-feira, na Toca da Raposa Ii

3 out 2019
17h59
  • separator
  • 0
  • comentários

Ícone do Cruzeiro, com mais jogos vestindo a camisa azul, o goleiro Fábio se posicionou sobre o atual momento do clube e deixou claro que há algo de errado no clube neste momento, citando claramente a crise institucional vivida pela Raposa, com sua diretoria sob forte ataque interno, além das acusações de irregularidades que estão sendo investigadas pela polícia e Ministério Público.

Fábio está preocupado com a fase do Cruzeiro dentro e fora de campo- (Foto: Eduardo Carmim/Photo Premium)
Fábio está preocupado com a fase do Cruzeiro dentro e fora de campo- (Foto: Eduardo Carmim/Photo Premium)
Foto: Lance!

Fábio disse que essa turbulência tem afetado diretamente a equipe no campo de jogo.

-Futebol reflete muito as coisas que estão acontecendo não só dentro de campo, mas fora também, principalmente porque você está vendo essas situações expostas, e o maior prejudicado é o nosso Cruzeiro. Torcedor fica preocupado. Muitas coisas são feitas nos bastidores, e o mais importante é todos unirem forças e pensar exclusivamente no Cruzeiro-disse o goleiro.

O arqueiro se colocou no lugar da torcida celeste, que vem sendo achincalhada pelos maus resultados e a possibilidade de ver o time na Série B em 2020.
-Pensando como torcedor do Cruzeiro, com certeza incomoda bastante. Porque é o nome do Cruzeiro, é o que vivenciamos há muito tempo, é minha casa, e me sinto parte da torcida pela identificação, pelos anos vivenciados aqui e que vão ficar sempre na minha memória e vou levar essa história pelo resto da minha vida. Então, incomoda sim, porque sei da grandeza do clube, o quanto o Cruzeiro é referência. E passar por esse momento mexe com a gente que é torcedor e com quem está em campo querendo tirar o Cruzeiro desta situação. E o que tenho como pensamento, acho que todos têm que pensar no Cruzeiro. E esperamos juntar as forças para sair desta situação- comentou.

Sobre a invasão da Toca da Raposa, ocorrida na última terça-feira, 1º, Fábio criticou o ato da organizada, mas não tem barreiras em conversar com o torcedor, pois é hora de unir forças e tirar o time dessa situação.-Sempre é ruim da forma que foi. Invasão, a própria palavra já diz. Tudo tem de ser conversado, o torcedor poderia vir conversar com os jogadores. Acho que a cobrança tem de existir sempre, da mesma forma de que quando fomos disputar decisões eles vieram incentivar. No momento ruim, eles vão cobrar. No momento que a gente vivencia dentro do Cruzeiro nesta temporada, a gente não imaginava passar em hipótese nenhuma essa situação. Mas o torcedor tem direito de vir, conversar, representar a grande nação cruzeirense, mas de forma transparente, como fizemos outras vezes- disse.

Fábio reforçou que com jogos em casa, o Cruzeiro poderá buscar os pontos que necessita para deixar a zona do rebaixamento, mas pede apoio ao torcedor.

-Os jogadores assimilaram que o momento é difícil, mas que tudo é possível dentro dos jogos. Agora temos oportunidade de jogar em casa, esperamos que o torcedor compareça. Neste momento, todos têm que juntar as forças para que o Cruzeiro consiga o único objetivo que é vencer. Importante agora é vencer, e o torcedor é fundamental para que isso volte a acontecer, principalmente dentro do Mineirão, onde a nossa força tem que prevalecer mais do que nunca- completou.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade