0

Ex-presidente do Corinthians comenta disputa do Flamengo com a Globo: 'Errou ao caminhar solo'

Em evento em que lançou candidatura à presidência do Timão, Mário Gobbi acredita que o Fla poderia ter buscado uma união, mas diz que corintianos podem tirar proveito disso

4 jul 2020
15h33
atualizado às 15h33
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A briga do Flamengo com a Globo, baseada na MP 984/2020, que altera as regras sobre os direitos de transmissão do futebol brasileiro, extrapola o âmbito Rubro-Negro e atinge outros envolvidos no esporte. Neste sábado, foi a vez do ex-presidente do Corinthians, Mário Gobbi, candidato novamente à presidência do clube, se manifestar. Para o dirigente, o clube carioca errou ao tentar caminhar sozinho e não buscar união com seus parceiros.

Mário Gobbi lançou sua candidatura à presidência do Corinthians neste sábado (Foto: Alan Morici/Divulgação)
Mário Gobbi lançou sua candidatura à presidência do Corinthians neste sábado (Foto: Alan Morici/Divulgação)
Foto: Lance!

O corintiano elogiou a iniciativa do Fla, porém criticou a forma como foi executada. Além disso atentou para a cobrança de R$ 10 aos torcedores que quiserem ter acesso à transmissão da semifinal da Taça Rio, no próximo domingo. Para ele é algo a ser pensado com calma.

- A ideia do Flamengo é boa, mas errou de caminhar solo, deveria ter chamado para a mesa os parceiros dele. A MP tem um tempo, precisa ver se vai ser transformada em lei, não sei até quando ela vai. Tem uma questão de que o Flamengo quer transmitir jogos ao torcedor e quer vender por R$ 10, uma questão que precisa pensar muito bem - declarou Gobbi em evento neste sábado, quando lançou sua candidatura ao cargo máximo do Timão.

Com o direitos de mandante nas mãos e a MP ao seu lado, o Flamengo decidiu transmitir o jogo da última quarta-feira, contra o Boavista, pelo Campeonato Carioca, via TV oficial do clube, de forma gratuita, o que fez com que a Globo considerasse tal ato como uma quebra de contrato e rescindisse o acordo de transmissão com a Ferj e com os demais clubes.

A emissora chegou a declarar que não exibiria mais os jogos do estadual, no entanto um liminar impetrada pela Ferj obrigou o canal a transmitir a reta final da Taça Rio. Vale lembrar que o Flamengo não assinou acordo com a Globo para o Carioca desde seu inicio e já não teria suas partidas exibidas na TV.

Apesar da crítica ao modo com que o Flamengo abordou o tema, Gobbi acredita que o Corinthians precisa ficar atento aos desdobramentos da MP para ser rápido e tirar proveito do que isso possa trazer de benefícios para o clube. Caso seja eleito no pleito previsto para o fim de novembro deste ano, o candidato assume o cargo em 2021 para cumprir o mandato até 2023.

- Eu não sei se no Corinthians já existe (estudo sobre a MP), temos que analisar e bem, saber tirar proveito disso, se a gente for esperto e rápido, podemos tirar proveito disso. Corinthians e Flamengo são as duas torres de receitas do futebol brasileiro. Vamos ver com calma a sequência, tenho certeza que no Corinthians estão vendo isso com muita calma - concluiu Gobbi.

Veja também:

Dérbi paulista e Gre-Nal prometem esquentar a quarta-feira de decisões nos estaduais
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade