0

Evanilson aproveita ausência de Fred e se firma como titular do Fluminense

Agora caberá a Odair Hellmann definir se os atacantes podem atuar juntos ou se um dos dois ficará no banco de reservas durante o Campeonato Brasileiro

2 ago 2020
07h03
atualizado às 07h03
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

É bem verdade que o Fluminense não fez um bom jogo no empate por 1 a 1 com o Botafogo, neste sábado, no Estádio Nilton Santos. No último teste antes da estreia no Campeonato Brasileiro, o que fica de positivo para o técnico Odair Hellmann é novamente o atacante Evanilson. Autor do gol tricolor, ele novamente se mostrou a opção mais letal do Flu no elenco. O primeiro jogo na competição será no próximo domingo, às 19h, contra o Grêmio, fora de casa.

Evanilson marcou o gol do Fluminense no amistoso neste sábado (Foto: MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC)
Evanilson marcou o gol do Fluminense no amistoso neste sábado (Foto: MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC)
Foto: Lance!

Evanilson, vale ressaltar, quase precisou ser substituído no intervalo pois começou o jogo se sentindo mal e com dores de cabeça, algo relatado à comissão antes de a bola rolar. Mesmo assim, ele ajudou o Flu e saiu logo depois. Em clássicos, inclusive, o centroavante é decisivo. Com o gol contra o Botafogo, agora ele marcou contra os três rivais do Rio de Janeiro. Além desse, foram dois contra o Flamengo e um contra o Vasco.

A vida de Evanilson mudou após a volta de Fred ao Flu. No primeiro jogo, os dois atuaram juntos, mas o desempenho foi ruim. Depois, ele acabou indo parar no banco para que o ídolo fosse o titular em duas partidas. O veterano não foi bem e acabou desfalcando o Tricolor da final da Taça Rio em diante por dores no pé e posteriormente uma cirurgia no olho esquerdo. Era o espaço que o atacante mais jovem precisava. Ele chegou aos sete gols em 2020.

O que fica na cabeça de Odair agora é a dúvida se os dois podem atuar lado a lado ou se vão melhor separados. Se for o segundo caso, qual deles é a melhor alternativa para que o ataque tricolor volte a ser o que era antes da paralisação: letal e bem armado. Essa mudança de característica depende também das escolhas para o meio de campo. O certo é que o treinador termina esses dois amistosos com algumas dúvidas pensando no Brasileirão.

Parceria de sucesso

O rendimento de Evanilson melhora significativamente quando a dupla com Marcos Paulo funciona. Nesta partida, com o companheiro atuando mais tempo onde se sente confortável - no meio -, o centroavante apareceu bem, mesmo com um Fluminense com o que parece ser uma eterna dificuldade em levar perigo ao gol adversário.

Nesta temporada, Evanilson é o vice-artilheiro do time, com sete gols. Marcos Paulo vem logo em seguida, com cinco, mas é o líder em assistências, com quatro.

Veja também:

Estudo mostra os clubes que mais faturaram grana da TV de 2010 a 2019
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade