0
Logo do Vasco
Foto: terra

Vasco

Escudero entra na Justiça contra o Vasco e consegue rescisão contratual

Meia cobra salários atrasados além de direitos trabalhistas. Total gira em R$ 1 milhão

29 jan 2018
18h29
atualizado às 19h02
  • separator
  • comentários

O Vasco perdeu mais um jogador nesta segunda-feira. O meia Escudero entrou na Justiça contra o clube por conta de atraso superior a três meses no pagamento de direitos de imagem e FGTS e conseguiu a rescisão de contrato com o Cruz-Maltino - no total, a dívida gira em R$ 1 milhão. A informação da ação na Justiça foi publicada inicialmente pela "ESPN" e confirmada pelo LANCE!.

Escudero chegou ao Vasco no início do ano passado e por conta de salários atrasados foi à Justiça. Veja galeria L!
Escudero chegou ao Vasco no início do ano passado e por conta de salários atrasados foi à Justiça. Veja galeria L!
Foto: Celso Pupo/Fotoarena / Lance!

Escudero não vinha sendo aproveitado pelo Vasco. Nos últimos momentos da gestão do ex-presidente Eurico Miranda, chegou a ser envolvido em uma possível troca com o Vitória por Kieza, mas não andou com as conversas justamente por estes atrasados. O contrato do meia argentino com o Vasco era válido até o fim deste ano.

A decisão desta segunda-feira foi expedida pelo juiz do trabalho substituto Leonardo Saggese Fonseca na 22ª Vara do Trabalho no Rio de Janeiro. O magistrado afirmou em trecho da decisão que a urgência por um posicionamento era válida por conta de a janela internacional ser até quarta-feira e o Escudero é atleta estrangeiro.

Vale lembrar que Escudero tem 30 anos e chegou ao Vasco no início do ano passado. Entrou em campo em 23 oportunidades no período (destas, 13 vitórias, dois empates e oito derrotas), fazendo um gol. Agora livre, o meia está liberado para acertar com qualquer clube. Outros nomes deixaram o Vasco este ano, como Anderson Martins, Nenê, Madson e Mateus Vital.

O LANCE! entrou em contato com o Vasco. Via assessoria, Rogério Peres, vice-presidente jurídico do clube, comentou sobre o caso.

- O Vasco não foi notificado oficialmente ainda. A nova gestão chegou e imediatamente pagou uma folha. Foi conversado com os atletas que está havendo um esforço enorme para regularizar os outros atrasados. Mas provavelmente ele não quis esperar - afirmou o dirigente cruz-maltino.

Lance!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade