2 eventos ao vivo

Entre apoio e críticas no comando do Vasco, Valentim busca mais uma final

Treinador viveu momentos de vaias recentemente, apesar de ter chegado às duas finais de turno. Se passar pela semi, terá a chance de levantar o troféu pelo segundo ano seguido

6 abr 2019
08h04
  • separator
  • 0
  • comentários

Pode haver resquício do ano passado. Tempo em que o Vasco que brigou até a última rodada para não ser rebaixado no Campeonato Brasileiro. Alberto Valentim assumiu o comando da equipe em agosto e, desde então, nunca teve apoio consistente da torcida, embora tenha levado o time a duas finais de turno do Campeonato Carioca. Mesmo assim, está a um empate de chegar a mais uma final de Estadual na curta carreira que tem como treinador.

Valentim, no comando do Vasco (Foto: Celso Pupo/Fotoarena)
Valentim, no comando do Vasco (Foto: Celso Pupo/Fotoarena)
Foto: Lance!

A anterior foi pelo Botafogo, no ano passado. Porém, falando do Cruz-Maltino, foram quatro derrotas nos quatro primeiros jogos; duas vitórias nos primeiros dez jogos. Tudo isso para talvez explicar uma frase ouvida recentemente, mais uma vez: "A verdade é que a torcida não gosta dele".

Após o sufoco do ano passado, o ano começou com invencibilidade animadora de 13 partidas e alguns jovens tiveram número de minutos que dificilmente se repetirá ao longo do ano. Mas nada disso impediu de, somente nas últimas três semanas, o técnico ter sido alvo de vaias em quatro das seis partidas no período. E olha que foram somente duas derrotas, no tempo regulamentar, no período.
Na vitória sobre o Avaí, no último dia 14, a não entrada do xodó Lucas Santos resultou no coro de "burro"; quando Andrey entrou e a equipe levou um gol pouco antes do fim do jogo, as críticas se ampliaram. Três dias depois, a equipe com maioria de reservas perdeu por 2 a 0 para a Cabofriense. Dia 23, derrota em casa, de virada, para o Bangu. No duelo seguinte contra o Alvirrubro, os dez minutos de pressão sofrida resultaram num Maracanã dividido entre a comemoração e o alívio.

O Vasco está longe de viver os dias mais turbulentos dos últimos anos, mas a torcida se divide em apoio e críticas ao comandante da equipe. Nada que uma eventual nova final e, quem sabe, troféu em São Januário, não possam abafar.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade