2 eventos ao vivo

Em volta do Thunder Fight, Claudio Ribeiro conquista título peso-médio e Jailton Malhadinho vence ex UFC

Na retomada dos eventos do Thunder Fight, Claudio Ribeiro conquista cinturão peso-médio da organização e Jailton Malhadinho vence o ex-UFC Ildemar Marajó; confira os detalhes

13 out 2020
11h01
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Thunder Fight retomou as atividades do MMA no Estado de São Paulo em grande estilo e correspondeu todas as expectativas. Atendendo todos os protocolos exigidos pelas organizações competentes da saúde, a franquia de lutas paulista escalou grandes nomes em seu card e realizou ao todo 14 combates no último domingo (11), entre amadores e profissionais, com destaque para o novo campeão dos pesos-médios, Claudio Ribeiro, e Jailton Malhadinho, que emplacou a sétima vitória seguida na carreira.

Claudio Ribeiro conquistou o cinturão peso-médio do Thunder Fight (Foto: Divulgação/Thunder Fight)
Claudio Ribeiro conquistou o cinturão peso-médio do Thunder Fight (Foto: Divulgação/Thunder Fight)
Foto: Lance!

Protagonistas da noite, Claudio Ribeiro e Marcus Jon Jones fizeram um combate rápido e sem muito estudo para nenhum lado. Conhecido pelo seu forte poder de trocação, Claudio acertou um forte chute logo no começo do combate, que desequilibrou Marcus Jon Jones. Na sequência, Marcus tentou dominar o centro do cage, encurralando Claudio, que contra-atacava com muita sabedoria. Fulminante, como em suas duas últimas vitórias no cage do Thunder, Claudio conectou uma série de socos, que balançou Marcus Jon Jones e deu números finais ao confronto a 1 minuto e 47 segundos do round inicial.

Malhadinho vence mais uma e pede cinturão

Outro destaque da noite foi a importante vitória do baiano Jailton Junior Malhadinho em cima do ex-UFC Ildemar Marajó. Em um duelo bastante aguardado, Malhadinho emplacou agora uma série de sete lutas sem perder, todas por nocaute ou finalização. O atleta, de 29 anos, fez uma luta segura e abusou da sua envergadura nos golpes em pé, e quando teve oportunidade, no último minuto do confronto, ele encaixou um lindo katagatame, que obrigou Ildemar a dar os três tapinhas.

- Alô, Dana (White, presidente do UFC). Eu venci dois veteranos do UFC, eu mereço uma chance - disse Malhadinho, ainda no cage do Thunder Fight, pedindo ainda para disputar o cinturão da categoria meio-pesado, que atualmente pertence a Edvaldo Gameth.

Lutas eletrizantes completam o card principal

O Thunder Fight 23 contou ainda com mais três excelentes confrontos. Na abertura do card principal, Queila Braga enfrentou Ediana Mel em um duelo de três rounds. No fim, melhor para Queila, que superou a rival por decisão unânime dos jurados. Já na sequência, foi a vez dos invictos Hugo Paiva e Roque Conceição, que travaram uma batalha espetacular, também de três rounds. Mais contundente, Hugo Paiva teve seu braço levantado por decisão dividida dos árbitros.

No terceiro combate do card principal, Tainara Lisboa, bicampeã mundial de Muay Thai, encarou Daline Silveste, e para quem achava que ela iria partir para a trocação, errou. A atleta de Santos colocou Daline para baixo com sabedoria e fez um giro avassalador para encaixar um katagatame aos 4min36 do primeiro round.

RESULTADOS COMPLETOS:

Thunder Fight 23

Thunder Fight Center, em São Bernardo do Campo (SP)

Domingo, 11 de outubro de 2020

Card principal

Claudio Ribeiro derrotou Marcus Jon Jones por nocaute técnico no 1R

Jailton Malhadinho derrotou Ildemar Marajó com um katagatame no 1R

Tainara Lisboa finalizou Daline Silveste com um katagatame no 1R

Hugo Paiva derrotou Roque Conceição por decisão dividida dos jurados

Queila Braga derrotou Ediana Mel por decisão unânime dos jurados

Card preliminar

Tito Martins x Carlos Mini Hulk foi declarado "no contest" (sem resultado)

Erick Washington derrotou Lucas Escobar por nocaute no 1R

Cícero Livio derrotou Nicelio Vieira por finalização no 1R

MMA Amador

Mariana Poltronieri derrotou Vitória Aquino por decisão unânime dos jurados

Arthur Portes derrotou Valdiran Santos por finalização no 1R

Athos Alexandre derrotou Julior César por finalização no 1R

Lui Mardoche derrotou Douglas Ferreira por decisão unânime dos jurados

Marco "Black Diamond' derrotou Lucas Della por decisão unânime dos jurados

Joseph Yohan derrotou Pedro Felix por finalização no 1R

Veja também:

Confira a repercussão da morte de Maradona na Argentina e pelo mundo
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade