3 eventos ao vivo

Em jogo de poucas chances, Guarani vence o Paraná e deixa pra trás o Z4

Vitória simples obtida no Brinco de Ouro colocou o time de Campinas fora da zona da degola pela primeira vez após quatro meses

21 set 2019
13h02
  • separator
  • 0
  • comentários

Sensação de profundo alívio para o torcedor do Guarani na manhã desse sábado (21). Recebendo no Brinco de Ouro da Princesa o Paraná em um jogo onde a equipe criou pouco, o gol de Michel Douglas decidiu favoravelmente a partida e o time do técnico Thiago Carpini venceu por 1 a 0.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
Foto: Lance!

O resultado tirou a equipe de Campinas da zona de rebaixamento, a colocando na 15ª posição com 25 pontos. Enquanto isso, o Tricolor da Vila Capanema se frustra ao não conseguir triunfo que o elevaria ao G4 e segue em oitavo com 33.

COMEÇO INTERESSANTE

Mesmo fora de casa, o Tricolor parecia mais envolvente no comando de ataque nos 15 primeiros minutos seja na questão da movimentação como também convertendo esse momento em pelo menos um chute muito perigoso. Aos seis, Jenison recebeu em boas condições na entrada da grande área e bateu forte para o goleiro Kléver tirar com a ponta dos dedos a finalização que ia no ângulo.

EQUILIBROU O JOGO... NA POSSE

Se tranquilizando mais e entendendo melhor o estilo de jogo adversário, o Bugre começou a ter por um período maior de tempo a bola nos pés e passou a ser mais ativo em buscar os lances de ataque.

Porém, ao contrário do oponente, o time campineiro não conseguiu converter essa melhora em finalizações mais agudas, deixando o arqueiro paranista, Thiago Rodrigues, quase como um espectador do confronto.
BALANÇOU! MAS NÃO VALEU

Mal o segundo tempo havia retornado e, antes dos dois minutos, um cruzamento na área efetuado pelo Guarani passou pela zaga do Paraná e caiu nos pés de Davó que dominou com a perna direita e bateu bem de esquerda para superar Thiago Rodrigues.

Após alguma demora, o assistente marcou impedimento do atacante bugrino equivocadamente já que o zagueiro Eduardo Bauermann dava condições de jogo.

AGORA SIM!

Se o começo da etapa complementar dava a entender que teria um volume maior de oportunidades, as coisas não se desenvolveram bem dessa maneira. Mesmo assim, o Bugre conseguiu formular outra oportunidade capitalizada e, dessa vez, confirmada pela arbitragem.

Aos 30 minutos, Michel Douglas apareceu bem na grande área antes da zaga do Paraná e bateu bem de pé esquerdo para fazer o primeiro (e único) tento da partida.

PRESSÃO DERRADEIRA

Depois de sofrer o gol, o time de Curitiba até tentou exercer maior pressão no terço final da partida criando oportunidades onde Kléver fez ótima defesa em cabeçada de Leandro Almeida e também em cruzamento de Fernando Neto que passou na frente do gol bugrino. Porém, não foi suficiente para chegar a igualdade e o time da casa conseguiu um aliviante triunfo.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade