0

Em Campinas, Juventude derrota a Ponte Preta e entra no G4 da Série B

Resultado ajuda a equipe gaúcha a encostar nos líderes da competição; tropeço faz time paulista perder a chance de assumir a vice-liderança

3 out 2020
21h03
atualizado às 21h21
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Em confronto na parte de cima da tabela do Brasileirão Série B, Ponte Preta e Juventude entraram em campo na noite deste sábado (3), pela 13ª rodada, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

(Reprodução/SporTV)
(Reprodução/SporTV)
Foto: Lance!

Com o resultado de 3 a 1, a equipe comandada por Pintado subiu para a 4ª colocação, somando 22 pontos agora. Já o time que será dirigido por Marcelo Oliveira, anunciado como o novo treinador para a sequência da temporada, acabou deixando o G4, caindo para a 5ª posição com 21 pontos.

O jogo

Jogando sob seus domínios a equipe da Ponte Preta iniciou o confronto criando as melhores chances. Antes dos 10 minutos completados, Moisés, de fora da área, já fez questão de dar trabalho ao goleiro Marcelo Carné, seguido por Apodi, que até conseguiu marcar o gol, mas que não valeu por conta de um impedimento no lance.

Passado o momento de pressão por parte do time de Campinas, aos 11 foi a vez do Juventude responder com Dalberto. O atacante, por sua vez, mesmo desequilibrado conseguiu cabecear a bola na área rival, assustando o sistema defensivo dos donos da casa.

E a tentativa acordou os gaúchos. Após mais algumas investidas, aos 23 minutos, Igor abriu a contagem no Moisés Lucarelli. Após Dalberto cair e pedir falta no lance, a bola sobrou para o lateral que tabelou com Gustavo Bochecha antes de mandar a bomba para o fundo das redes. 1 a 0.

Com o gol sofrido, a Ponte não quis saber de ficar atrás. Sendo assim, até meados dos 35 minutos, passou a ter chances claras de gol como as de Matheus Peixoto e Apodi, deixando o técnico rival, Pintado, apreensivo com as investidas do rival.

Perdendo um pouco do ritmo acelerado, ambos os times acabaram caindo de produção na reta final de etapa. Sendo assim, foram poucos os lances de perigo, dando a deixa para a arbitragem mandar os jogadores para os vestiários.

Com os times voltando para o segundo tempo, apenas Pintado optou por uma troca no intervalo. Em uma mudança no meio-campo, Renato Cajá entrou no lugar de Renato. Porém foi a Ponte quem começou melhor. Logo aos 8 minutos, após pênalti sobre Bruno Rodrigues, o atacante Matheus Peixoto, batendo no meio do gol, deixou tudo igual em Campinas. 1 a 1.

Na sequência, mesmo com o time local embalado pelo gol de igualdade, o Juventude não estava disposto a sair apenas com um ponto somado. Com isso, aos 25, os visitantes, com Gustavo Bochecha, aproveitando bom passe de Dalberto, bateu bonito sem chances para Ivan. 2 a 1.

Atrás novamente no placar, a Ponte, comandada por Fabio Moreno, ainda optou por duas trocas em seu sistema ofensivo, entre elas colocando Camilo no lugar de Luan Dias. Não deixando o rival jogar, o Ju, aos 36, chegou ao seu terceiro tento, desta vez com João Paulo, em cobrança de pênalti cometido por Apodi após a bola bater em seu braço. 3 a 1.

Nos últimos momentos, o Juventude apenas segurou o resultado até os acréscimos tentando diminuir os espaços para o adversário, conseguindo ter sucesso em sua investida, garantindo os 3 pontos que o mantém na briga pelo acesso.

Veja também:

Veja os clubes tradicionais do Brasil que não estão nas Séries A e B
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade