0

Em busca de espaço no Grêmio, Orejuela relembra primeira convocação da Colômbia

Na temporada passada, o lateral-direito teve a primeira oportunidade de atuar pelo seu país

25 mar 2020
18h15
  • separator
  • 0
  • comentários

Lateral-direito do Grêmio, Luis Orejuela vai completar um ano de sua estreia pela Seleção da Colômbia. Sua primeira aparição vestindo a camisa da equipe principal aconteceu nos amistosos internacionais da temporada passada. Convocado para jogos contra Japão e Coréia do Sul, Orejuela ficou no banco na primeira partida, mas fez a sua estreia em 26 de março de 2019, contra a Coréia. Atuou nos 90 minutos e teve sua atuação elogiada pela imprensa.Além de destaque na atuação, o jogador desempenhava um bom futebol com a camisa do Cruzeiro. E o jogador foi convocado para mais quatro amistosos naquele ano. Na oportunidade, disputou mais três jogos e dois como titular. Sua primeira convocação para a seleção principal aconteceu em janeiro de 2017. Naquela oportunidade, somente atletas que atuavam na Colômbia foram chamados para um amistoso contra o Brasil e o jogador ficou no banco de reservas. Foi uma partida amistosa em prol das famílias das vítimas do acidente da Chapecoense que aconteceu no final de 2016.

Divulgação/Lucas Uebel
Divulgação/Lucas Uebel
Foto: Lance!

A seleção colombiana já não era novidade para o atleta de 24 anos. Desde o início da sua trajetória, o jogador era convocado para as seleções de base de seu país. Começou sua passagem pela seleção de seu país já nas categorias de base. Sua primeira experiência aconteceu no Torneio de Toulon em 2014. Na competição, a Colômbia não se classificou e o lateral esteve em campo em apenas duas partidas. Em 2015, Orejuela disputou o Campeonato Sul-Americano Sub-20 na temporada 2015. Naquela oportunidade, disputou sete dos oito jogos na competição e foi titular em todas as oportunidades. Foram 4 vitórias, 2 empates e apenas 1 derrota.

Com o futebol paralisado por conta do COVID-19, o lateral vive a expectativa de uma nova convocação e espera nova oportunidade após retorno das atividades.

'Realizei um sonho ao defender meu país. Sempre importante lembrar datas como essa, pois nos motivam a desempenhar um bom futebol e crescer dia-a-dia. Hoje, no Grêmio, trabalho para conquistar meu espaço e voltar a vestir a camisa da Seleção. Tem Eliminatórias, Amistosos e vou seguir em busca de uma vaga na Copa do Mundo', diz o colombiano.

Veja também:

Revista elege os 10 melhores laterais esquerdos do mundo
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade