7 eventos ao vivo

Duas torcidas organizadas de SC são alvo de operação policial

Batizada de Hooligan, operação da Polícia Civil catarinense cumpriu mandados de busca e apreensão nas sedes da Mancha Azul e da Gaviões Alvinegros

4 nov 2019
15h16
atualizado às 15h16
  • separator
  • 0
  • comentários

Torcidas Organizadas de dois dos maiores times do estado de Santa Catarina (Gaviões Alvinegros, do Figueirense, e Mancha Azul, do Avaí) foram alvos de uma Operação orquestrada pela Polícia Civil catarinense que foi batizada de "Hooligan", fazendo alusão ao polêmico e problemático grupo de torcedores ingleses conhecidos por atos de violência.
Segundo declaração ao portal Globo Esporte de André Marafiga, pertencente a Central de Investigação do Continente, essa operação tem o objetivo de mitigar casos de violência ocorridos dentro e no entorno dos estádios na cidade de Florianópolis. Tanto é que as acusações formais que motivaram a operação seriam referentes a violência (Ameaça, Lesão Corporal) e atos de vandalismo como, por exemplo, a imputação de Dano ao Patrimônio Público.

Operação Hooligan na sede da Gaviões Alvinegros
Operação Hooligan na sede da Gaviões Alvinegros
Foto: Assessoria/Polícia Civil / Lance!

- A investigação nasceu de uma requisição do Ministério Público de Santa Catarina com o intuito de coibir a violência no entorno e no interior dos estádios da Capital. Nos últimos 10 anos são vários os registros de ocorrência na cidade e a operação tem esse caráter preventivo e educativo contra pessoas que fazem mau uso do espetáculo - elucidou André.

Além de dinheiro, celulares, computadores e outros itens que foram apreendidos na sede da Mancha Azul, no caso da Gaviões Alvinegros também houve a prisão de um homem que estava com uma pistola de calibre 380 com dois cartuchos carregados sem o respectivo porte de arma.

Outras 20 pessoas são investigadas na mesmo operação onde, segundo palavras do delegado da Central de Investigação Leste/Sul, Ronaldo Moretto, eles estão desde já proibidos de comparecer aos jogos das equipes em questão. O delegado também fez questão de frisar que tanto Avaí como Figueirense não possuem qualquer tipo de laço e/ou ligação de qualquer caráter com os investigados.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade