0

Dirigente do Bayern descarta compra de James para revenda: 'Não fazemos tráfico humano'

Karl-Heinz Rummenigge sequer deu a certeza que o clube da Baviera efetivamente não irá ficar com o meio-campista colombiano

28 mai 2019
09h10
atualizado às 12h01
  • separator
  • comentários

Por maior que seja a probabilidade do meio-campista colombiano James Rodríguez atuar em outra equipe na temporada 2019/2020 que não seja o Bayern de Munique, a sua saída não é um assunto resolvido pelo menos de acordo com o que disse no último final de semana o executivo-chefe do clube, Karl-Heinz Rummenigge.

Em coletiva dada após a conquista da Copa da Alemanha sobre o RB Leipzig, ele descartou totalmente a possibilidade aventada de que o Bayern exerceria o direito de compra junto ao Real Madrid para, depois, repassá-lo a outro clube europeu e lucrar com esse tipo de transação.

Tamanha foi a negativa que ele chegou a classificar essa estratégia de uma maneira bastante forte:

Christof STACHE / AFP
Christof STACHE / AFP
Foto: Lance!

- Não, esse não é o estilo do Bayern. Não queremos fazer nenhum tráfico de pessoas para levar vantagem. O Bayern nunca fez nada disso antes.

Ainda nas palavras do dirigente do clube bávaro, uma reunião irá acontecer nessa semana para que um veredito seja alcançado dentro da administração do clube sobre efetivamente ficar ou não com os serviços do atleta colombiano.


Desde que chegou ao Bayern de Munique, James viveu situação semelhante aquela que tornou sua passagem no Real frustrada: irregularidade de atuações e problemas com o treinador. Se na oportunidade que defendeu o time merengue o 'desafeto' foi Zinedine Zidane, dessa vez houveram alguns relatos de problemas com Niko Kovac.

Lance!
  • separator
  • comentários
publicidade