0

Diniz: 'Não estou preocupado em ter paz, tem que trabalhar'

Técnico diz que não vai atirar pedras nos jogadores após a eliminação para o Mirassol, no Morumbi, mas admite que a equipe não voltou da pausa como estava antes

29 jul 2020
21h03
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Fernando Diniz disse logo após a derrota por 3 a 2 para o Mirassol, que eliminou o São Paulo do Campeonato Paulista nesta quarta-feira, que sua equipe não voltou da pausa da mesma maneira que estava antes.

Fernando Diniz viu o São Paulo ser superado em casa pelo Mirassol - FOTO: Rubens Chiri/saopaulofc.net
Fernando Diniz viu o São Paulo ser superado em casa pelo Mirassol - FOTO: Rubens Chiri/saopaulofc.net
Foto: Lance!

- A gente não devia ter perdido em casa. A gente não conseguiu fazer o que tinha que fazer. Fomos penalizados. Em três chutes no gol, eles tiveram a felicidade. Tem que corrigir. Não vou atirar pedra no time, a gente estava vindo bem, não voltamos como terminamos e infelizmente não conseguimos a classificação - disse o treinador, ao Premiere.

Questionado sobre a dificuldade de ter paz no cargo após mais uma dolorosa derrota do Tricolor, o técnico disse que o foco tem que ser outro.

- Não estou preocupado agora em ter paz, tem que trabalhar. Saber sofrer com a derrota e absorver o que vier pela frente. Não tem que ficar lamentando, já aconteceu.

O São Paulo foi derrotado por 3 a 2 para o Red Bull Bragantino na primeira partida após o retorno do Paulistão e, com todos os titulares poupados, venceu o Guarani por 3 a 1. A próxima partida da equipe é pela primeira rodada do Brasileirão, dia 9 de agosto, contra o Goiás, em Goiânia.

Veja também:

Duelo entre Fluminense e Palmeiras promete ser o destaque da rodada do meio de semana do Brasileiro
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade