6 eventos ao vivo

Diniz mostra cuidado com 'moleques': 'Que saibam viver em sociedade'

Após vitória por 4 a 1 sobre o Cruzeiro, no Maracanã, treinador comemorou eficiência nas finalizações e mostrou preocupação com lado humano de joias de Xerém

18 mai 2019
21h22
atualizado às 21h31
  • separator
  • 1
  • comentários

O Fluminense não tomou conhecimento do Cruzeiro no segundo tempo e goleou a Raposa por 4 a 1, no Maracanã. O Tricolor já havia dominado os mineiros na última quarta-feira, pela Copa do Brasil, mas amargou um empate em 1 a 1. Diante do placar favorável pelo Brasileiro, Fernando Diniz celebrou a eficiência nas finalizações neste sábado.

- Tô feliz porque o time conseguiu transformar as chances criadas em gols. Mas fiquei feliz também com o desempenho na quarta-feira. Mas o futebol é assim, as vezes a bola entra, as vezes não. E o Cruzeiro é treinado pelo Mano, uma das referencias no país. Um técnico que prima por um sistema defensivo bem ordenado, e ainda assim, conseguimos fazer quatro gols. Vencemos um adversário muito duro - celebrou.

O goleada por três gols de diferença só foi possível graças à entrada de Marcos Paulo e João Pedro, no segundo tempo. As joias de 18 e 17 anos, respectivamente, saíram do banco quando placar apontava 2 a 1 para o Flu, e transformaram a vitória em passeio. Com dois passes do camisa 32, João Pedro, que já havia marcado na quarta-feira, fez dois neste sábado. Perguntado sobre a dupla, Diniz demonstrou preocupação com o lado humano dos moleques de Xerém:

Fernando Diniz consolida seu trabalho no Fluminense
Fernando Diniz consolida seu trabalho no Fluminense
Foto: Lance!

João Pedro marcou dois, neste sábado, com dois passes de Marcos Paulo Foto: Lucas Merçon/FFC

- Tanto o João Pedro, tanto o Marcos Paulo, como o Miguel - que estava no banco - são garotos talentosos. Temos que ter cuidado para lançar, tudo tem a hora certa. São jovens de muito boa personalidade, bem formados como pessoa. Tenho uma relação muito próxima com eles, e vamos fazer de tudo para esses meninos saibam viver em sociedade, saibam viver no futebol. Estamos tentando fazer com que eles joguem bem e também saibam viver de maneira saudável.

Troca no gol
Diniz: Os dois são titulares. O Rodolfo é um goleiro muito especial, vencedor. Por tudo o que ele passou na vida. E também um goleiro muito completo, rápido, sabe jogar com os pés. O Agenor estava precisando voltar ao futebol, porque tem um potencial muito grande. Ele estava pronto para jogar e foi muito bem. Temos dois goleiros e contamos com os dois.

Vitória consolida trabalho?
A gente vai subindo um degrau de cada vez. Tem que ter pé no chão. Fizemos um grande jogo contra o Botafogo, também, merecíamos ganhar. Mas tem muita coisa pela frente na temporada. Tem muita água para rolar debaixo da ponte.

Pedro cortado da Sul-Americana
Na lista, muitos jogadores não tinham condições de jogar. Alguns estavam machucados, outros saíram. Tivemos que inscrever, o Nino, que está jogando, o Allan, e o Ganso. Como o Pedro não vai jogar a segunda partida, foi a maneira que tentamos equilibrar. Se ele pudesse jogar os dois jogos, estaria inscrito. Como ele ainda tem esse problema na perna, fizemos a opção.

Posse de bola x finalizações
Não sei se foi o melhor jogo. Contra o Santa Cruz, por exemplo, fizemos um primeiro tempo primoroso. O futebol é muito complexo. A gente teve menos posse hoje porque o Cruzeiro adiantou a marcação, então ficam mais com a posse. Se o Cruzeiro tivesse recuado, teríamos mais posse de bola e menos finalizações. A gente joga com a posse porque a gente precisa.

Allan titular?
Nem me preocupo com isso porque o Allan é titular. Temos que colocar os melhores para jogar. Ele jogou até como centroavante. O Caio Henrique, eu trouxe para cá para essa posição também, mas está rendendo mais de lateral.

O clube das Laranjeiras volta ao Maraca nesta quinta-feira, às 21h30, para confrontar o Atlético Nacional, pela Sul-Americana. A Raposa joga somente no domingo, às 19h, contra a Chapecoense, no Mineirão. Fluminense e Cruzeiro enfrentam-se novamente no dia 5 de junho, em Belo Horizonte, pela Copa do Brasil.

Lance!
  • separator
  • 1
  • comentários
publicidade