1 evento ao vivo

Diniz busca substituto para Antony no São Paulo; veja possíveis opções

Atacante já seria baixa contra o Santos por conta da Seleção sub-23, mas agora, machucado, deve ser desfalque por mais tempo. Desafio para o técnico do Tricolor

14 nov 2019
06h01
atualizado às 09h37
  • separator
  • 0
  • comentários

O São Paulo ainda se recupera de duas derrotas consecutivas em casa pelo Brasileirão, mas não há muito tempo para lamentar e já no próximo sábado vai ter uma parada dura para enfrentar: o Santos, na Vila Belmiro. E para esse jogo o técnico Fernando Diniz não poderá contar com Antony, lesionado e suspenso pelo terceiro amarelo, ou seja, um problema para ser resolvido nesta semana de treinamentos. Dessa forma, o LANCE! traz possíveis opções para a vaga.

Daniel Alves pode ser uma opção para a vaga de Antony no ataque do Tricolor (Foto: Felipe Espíndola/saopaulofc.net)
Daniel Alves pode ser uma opção para a vaga de Antony no ataque do Tricolor (Foto: Felipe Espíndola/saopaulofc.net)
Foto: Lance!

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão clicando aqui

Há algum tempo já era sabido que o jovem atacante desfalcaria o Tricolor no clássico, uma vez que foi convocado para representar a Seleção sub-23 em torneio na Espanha, tanto é que "forçou" o terceiro amarelo para cumprir suspensão durante a Data Fifa, mas na apresentação ao técnico André Jardine, na Europa, relatou dores na coxa esquerda e foi cortado pela CBF. Fato é que a lesão pode deixá-lo fora por mais de uma partida, como era previsto.

Assim, Fernando Diniz terá esta semana para definir como equacionar o problema do lado direito do ataque na ausência daquele que talvez seja, atualmente, o jogador mais importante do setor. A questão pode ser resolvida com uma substituição simples, com uma mudança de sistema tático, com uma opção mais arrojada ou com uma opção mais conservadora.A solução mais tradicional seria a entrada de um jogador com características parecidas com a de Antony, como Calazans, Helinho e Toró. O trio, porém, nem esteve entre os relacionados para o duelo com o Athletico-PR, no último domingo. Calazans costuma treinar pelo lado direito quando o time reserva realiza jogos-treino, Toró tem se destacado nas atividades desta semana, mas é improvável que Fernando Diniz faça a escolha por um dos dois ou Helinho.

Já uma alternativa que aparece como favorita neste momento seria deslocar Daniel Alves da lateral para a linha de três homens no meio-campo, atuando mais pelo lado direito. Assim, formaria o trio com Vitor Bueno, pela esquerda, e Igor Gomes, mais centralizado, enquanto Jucilei e Tchê Tchê atuariam por trás, e Reinaldo e Igor Vinícius (ou Juanfran), teriam mais liberdade pela ala.

Pablo ficaria mais isolado no cenário citado acima, por esse motivo, pode haver a tentativa de efetuar uma outra troca mais simples, como a entrada de Alexandre Pato, para atuar como segundo atacante, mas próximo da referência, onde o camisa 7 gosta de jogar. Assim Vitor Bueno seria deslocado da esquerda para o lado direito do ataque, deixando o corredor para Reinaldo explorar.

Como o Santos tem sido muito avassalador do ponto de vista ofensivo, Diniz pode querer fechar um pouco mais o time, colocando Liziero no lugar de Antony, mas posicionado no lado esquerdo do meio-campo ao lado de Tchê Tchê, com Jucilei por trás e Igor Gomes à frente, deixando Vitor Bueno e Pablo no comando do ataque com as descidas de Reinaldo e Daniel Alves.

Quem olha para esse cenário pode pensar que as opções são fartas para a vaga de Antony, mas o fato é que poucas coisas tem dado certo durante esta temporada e o clássico deste sábado passou a ser vital, tanto na disputa do Brasileirão, quanto na confiança do time. Diniz terá de fazer uma escolha cirúrgica, pensando não só na 33ª rodada, mas também nas próximas.

A partir desta quinta-feira, ou seja, nesses próximos dois dias, os treinos serão totalmente fechados para a imprensa, mantendo o mistério da escalação pelo menos até às 17h, deste sábado, quando Tricolor entra em campo na Vila Belmiro para enfrentar o Peixe. Atualmente os são-paulinos ocupam a quinta posição na tabela, com 52 pontos, quatro atrás do quarto colocado.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade