0
Logo do São Paulo
Foto: Marcos Bezerra / Futura Press

São Paulo

Diego Souza vê São Paulo no nível de favoritos: 'Não deve nada ao Grêmio'

Meia-atacante recorda que esteve praticamente negociado com o Vasco há três semanas, mas reforça sua confiança de que ele e o Tricolor paulista terão sucesso juntos neste ano

12 mai 2018
15h19
  • separator
  • comentários

Artilheiro do time na temporada com cinco gols, sendo dois nos dois últimos jogos, Diego Souza vive um momento de recuperação no São Paulo três semanas depois de estar próximo de jogar no Vasco. E se enche de confiança para dizer que o Tricolor está no mesmo nível dos favoritos a títulos no Brasil. Inclusive do Grêmio, atual campeão gaúcho, da Libertadores e da Recopa Sul-Americana e responsável por distribuir goleadas recentemente.

Diego Souza desfalca o São Paulo contra o Bahia, mas pode voltar na rodada seguinte (Érico Leonan/saopaulofc.net)
Diego Souza desfalca o São Paulo contra o Bahia, mas pode voltar na rodada seguinte (Érico Leonan/saopaulofc.net)
Foto: LANCE!

- Hoje tem o Grêmio, que tem uma equipe muito qualificada, conheço todos os jogadores de lá. Mas falo sem medo: a gente não deve nada para eles - disse o camisa 9 para a TV Globo, em um discurso de otimismo já adotado pelo goleiro Sidão depois da vitória por 1 a 0 sobre o Rosario Central, com gol de Diego Souza, na quarta-feira, que manteve o São Paulo na Copa Sul-Americana.

A confiança do meia-atacante vem depois de estar bem próximo de mudar de clube. O Vasco fez, há três semanas, uma oferta de empréstimo no qual o Tricolor ainda pagaria parte de seus salários. O São Paulo, que gastou R$ 10 milhões para tirá-lo do Sport em janeiro, preferiu dar um novo voto de confiança em Diego Souza e reaproximá-lo do técnico Diego Aguirre.

- Teve um momento em que eu já estava fora, praticamente. Quase fui para o Vasco. Foi quando tive a conversa com o Aguirre. Ele disse que queria contar comigo, perguntei se era o que eu queria, se eu tinha vontade de permanecer. Falei que sim, e colocamos alguns pontos. Nunca tivemos nada pessoal. São coisas de trabalho. Com a minha permanência, a tendência é continuar dando certo - falou, avisando que desfalca a equipe neste domingo, mas o edema na coxa esquerda não deve tirá-lo do clássico contra o Santos, no dia 20.

- Você tem de estar com a cabeça forte. Pensei que, dos males, o menor. E, graças a Deus, foi o menor. Fico fora contra o Bahia, mas, no próximo jogo, posso estar a disposição - indicou Diego Souza.

LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade